Personagem inspirou síndrome sobre eterna infância

Peter Pan tornou-se um personagem ícone ao longo dos anos, simbolizando as figuras que se recusam a envelhecer. O comportamento até gerou a síndrome de Peter Pan, detalhada em um livro escrito pelo psicólogo Dan Kiley, no qual descreve rasgos de irresponsabilidade, rebeldia, cólera, narcisismo, dependência e negação ao envelhecimento. Para Kiley, crianças superprotegidas adquirem este distúrbio que podem levar para vida toda.

O personagem foi criado pelo escocês James Matthew Barrie (1860-1937), no início do século passado. Primeiro, de relance em um romance, depois como protagonista da peça Peter Pan, ou O Menino Que Não Cresceu, estreada em Londres, em 1904. Contava a história do menino criado por fadas que, além de poder voar, vivia em uma terra mágica chamada Neverland (ou Terra do Nunca), onde não envelhecia jamais.

A inspiração teria nascido de personagens reais, os filhos de Sylvia Llewelyn Davies, uma dona de casa viúva a quem o escritor conheceu por acaso, para criar o mundo mágico de Neverland. Em 1911, com a publicação do romance Peter and Wendy (ou simplesmente Peter Pan), Barrie narra a clássica história dos irmãos Darling, Wendy, João e Miguel (Wendy, John e Michael, em inglês), que acompanham Peter Pan em uma jornada pela Terra do Nunca, onde enfrentam piratas, liderados pelo Capitão Gancho. No final do romance, Peter visita uma Wendy já adulta.

As aventuras de Pan e sua disposição para nunca sair da infância representariam também um consolo para o autor escocês, que lamentava a falta de amor de sua mãe e de sua mulher. Segundo biógrafos, Barrie escreveu a peça numa tentativa de definir seu remorso por perder sua infância e nunca ter tido um filho ou filha como Peter ou Wendy.

O personagem foi tema de inúmeras publicações, no teatro e também no cinema, com destaque para a versão animada de Walt Disney, de 1953, e do longa Hook – A Volta do Capitão Gancho (1991), de Steven Spielberg, sequência do livro de Barrie e com Robin Williams vivendo um Peter Pan adulto.
As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.