Perto de 50 mil fazem cadastro de biometria

A coleta da digital dos eleitores atingiu 49.522 eleitores piracicabanos, o que representa 17,4% dos mais de 284 mil com título na cidade. Segundo o Cartório Eleitoral, o número está dentro da média devido a não há obrigatoriedade do cadastro atualmente para a cidade. “Portanto, ninguém está obrigado ainda a fazer o procedimento”, afirmou José antônio Capelli, chefe do cartório da 93ª ZE (Zona Eleitoral).
 
De acordo com Capelli, o cadastro não é feito exclusivamente no cartório da cidade. “Além do cartório, o cadastro biométrico pode ser feito nas unidades do Poupatempo da Grande São Paulo e no Posto Biométrico do Anhangabaú, também na capital”.
 
Apesar de ainda não ser obrigatório para a próxima eleição, a Justiça Eleitoral ainda não afixou prazo para a biometria e não foi estipulado punição para o eleitor que não a fizer neste momento. “Na próxima eleição votarão normalmente todos os eleitores. Até agora não há multa para quem não fizer seu cadastro, porém, quando ela se tornar obrigatória, a sanção será o cancelamento do título, mas não há multa.”
 
Segundo Capelli, para fazer a coleta biométrica é necessário agendamento no site do TRE-SP (Tribunal Regional Eleitoral de São Paulo) — www.tre-sp.jus.br — no link agendamento biométrico. “É importante comparecer portando documento de identificação com foto, CPF, título de eleitor e comprovante de residência. Caso não seja possível agendar, orientamos que o eleitor faça seu cadastro após as eleições de 2018”, afirmou.
 
 
ON-LINE — Pouco mais de um mês após o seu lançamento, o e-Título soma 108.904 emissões em todo o país. O aplicativo permitirá aos eleitores acessarem uma via digital do título eleitoral por meio do seu smartphone ou tablet. Entre os estados, São Paulo lidera o ranking de eleitores: 30.547 pessoas já emitiram o seu título pela via eletrônica, segundo informações do TSE (Tribunal Superior Eleitoral). Desses, 23.076 mil já realizaram o cadastramento biométrico.