Pintor é esfaqueado após discussão em bar

Um pintor de 47 anos foi esfaqueado após discutir com um homem, no interior de um bar, no bairro Pompéia, anteontem à noite. Ele foi atingido com um canivete no braço e no tórax. A vítima foi socorrida pelo Samu (Serviço de Atendimento Móvel de Urgência) até ao Hospital Santa Casa, onde permanecia internada até a tarde de ontem e não corria risco de morrer.
 
Por volta das 20h30, a vítima estava com o agressor dentro do mesmo estabelecimento, quando envolveram-se em uma discussão. A vítima já tinha sido socorrida quando os guardas chegaram no local. Testemunhas relataram aos patrulheiros que a vítima conversava com um rapaz que tem apelido de “Longuinho”, eles se envolveram em uma discussão e o agressor teria efetuado vários golpes contra o pintor.
 
O boletim de ocorrência foi registrado no plantão policial pelo delegado Gillys Esquitini Scrocca. A apuração será realizada pelos investigadores da UPJ (Unidade de Polícia Judiciária). Até a tarde de ontem, a polícia não tinha pistas do acusado. O agressor residia no bairro Alvorada, apuraram os guardas. 
 
A vítima disse que aguarda o resultado dos exames para constatar se precisará passar por cirurgia. “Não sei o que deu na cabeça dele. Ele pegou o canivete e veio para cima de mim. Não tive tempo para me defender. Tudo foi muito rápido”, disse o pintor. “Não sei porque ele fez tudo isso comigo. Acho que deve ser porque não gosta de mim”, cogitou a vítima. (Cristiani Azanha)