Piracicaba encerra 2017 com avanço da inadimplência

Levantamento divulgado ontem pela Acipi (Associação Comercial e Industrial de Piracicaba), em parceria com a Boa Vista SCPC (Serviço Central de Proteção ao Crédito), aponta que o Indicador de Registros de Inadimplentes avançou 2,8% na variação interanual — mesmo mês do ano anterior —, porém caiu 1,1% na comparação mensal entre dezembro e novembro de 2017. 
 
De acordo com o vice-presidente da Acipi, Luiz Carlos Furtuoso, apesar do avanço interanual, a queda no comparativo entre os últimos dois meses mostra que a economia dá sinais de retomada. “O ano de 2017 teve muito desemprego, redução do poder de compra da população devido a crise econômica. No entanto, o final do ano já foi diferente, pois muitas famílias voltaram a ter poder de compra devido às novas contratações e, com a entrada do 13º salário e a campanha da Acipi para que os consumidores conseguissem limpar seu nome, deu novo fôlego ao comércio local”, afirmou.
 
Paulo Checoli, presidente da Acipi, reforçou a ideia de Furtuoso, já que a melhora no comércio era esperada, tendo em vista os seis meses de retração no indicador de inadimplência. “Esses dados demonstram que a economia, apesar de ainda requerer cautela, está respirando e dando sinais de retomada. Esperamos que esse movimento siga agora, em 2018, com números ainda mais favoráveis ao desenvolvimento”, disse.
 
Para 2018, segundo Furtuoso, estes três primeiros meses serão de retomada do fôlego para que, no segundo trimestre, os indicadores voltem a trazer números mais positivos. “Para ter números mais consistentes é preciso que todos os setores avancem juntos e isso só deve acontecer a partir de abril”, completou.
 
 
CRÉDITO — Apesar de ter registrado queda 0,1% na comparação mensal de dezembro e novembro/2017, o indicador de recuperação de crédito pode ser considerado estável no período. Já na variação interanual, houve aumento de 0,6%. “Isso mostra que as famílias se ajustaram ao período de crise e recuperaram o poder de compra. No entanto, o início de ano chega com novas contas para pagar, como IPVA e material escolar, por exemplo, e o que notamos é que o consumidor está cauteloso quanto as novas dívidas”, disse Furtuoso.
 
 
SCPC — Consumidores interessados em verificar a situação creditícia podem procurar o SCPC, na sede da Acipi, e realizar consultas gratuitas. A verificação é feita pessoalmente e com apresentação de documentos.