Piracicaba mantém desempenho positivo no Idesp

A região de Piracicaba avançou, pelo quinto ano consecutivo, nos indicadores do Idesp (Índice de Desenvolvimento da Educação do Estado de São Paulo), que é calculado com as notas do Saresp (Sistema de Avaliação e Rendimento Escolar do Estado de São Paulo) nas disciplinas de Língua Portuguesa e Matemática, além das taxas de aprovação, reprovação e abandono. 
 
De acordo com o índice, Piracicaba avançou no ciclo 2 do Ensino Fundamental e no Ensino Médio e manteve desempenho no 5º ano. No 9º ano, a cidade cresceu de 3,36 para 3,69. Já no Ensino Médio, o avanço foi de 2,42 para 2,52. No 5º ano, a cidade teve queda 6,37 para 6,09. “Estamos contentes com o resultado, porém, o trabalho não pode parar. Tivemos uma ligeira redução nos 5º anos porque a rede municipal incorporou parte dos nossos alunos e, com menos alunos fazendo a avaliação, já era esperado a queda. O que nos deixa empolgados é o resultado dos 3º anos, cuja a prova é mais de alfabetização e a evolução será maior nos próximos anos”, destacou Fábio Negreiros, dirigente regional de ensino.
 
Conforme apontou a Secretaria de Estado da Educação, o avanço reflete melhorias no desempenho no Saresp 2017. No 9º ano, Piracicaba avançou em Língua Portuguesa indo de 245,5 para 250,7, e em Matemática de 260,4 para 266,3. No Ensino Médio, em Língua Portuguesa, subiu de 274 para 275,4 e, em Matemática, de 280,1 para 281,2. “Já há alguns anos estamos criando mecanismos pedagógicos para atrair os estudantes. Ampliamos o trabalho de web e criamos concursos para utilização de novas tecnologias e interação e o resultado está chegando, os alunos aprendem mais”, ponderou.
 
As provas do Saresp foram aplicadas em 08 e 09 de novembro a alunos do 3º, 5º e 7º e 9º anos do Ensino Fundamental e da 3ª série do Ensino Médio em todas as 5 mil unidades. Mais de 900 mil estudantes participaram da avaliação, sendo mais de 30 mil na região de Piracicaba. “O resultado obtido mostra que o aprendizado vem numa crescente desde o início do Idesp, em 2008. Como nenhum avanço é continuo, fizemos acertos e, desde 2012, conseguimos melhoras expressivas no ensino na rede”, lembrou.
 
Os resultados do Saresp são disponibilizados para cada diretoria regional uma semana antes do início do ano letivo. Conforme explicou a secretaria, a estratégia é que as unidades possam utilizar os dados da avaliação no planejamento das atividades. “Isso é importante, pois as equipes gestoras identificam os pontos mais críticos e criam planos de ação. Estamos atualizando nossos projetos e com a chegada de novas tecnologias, os alunos devem participar mais das ações da escola”, finalizou Negreiros.