Piracicaba recebe do Estado duas novas viaturas de Resgate

A entrega oficial das viaturas, que aconteceu na capital paulista (Crédito: Divulgação) A entrega oficial das viaturas, que aconteceu na capital paulista (Crédito: Divulgação)

Na manhã desta quarta-feira (20), o Governo entregou duas novas viaturas para Piracicaba – do pacote de 56 veículos -, para modernizar a frota e reforçar o trabalho do Sistema de Resgate do Estado de São Paulo, composto pelo Corpo de Bombeiros, pelo Grupo de Resgate e pelo Comando de Aviação da Polícia Militar de São Paulo. Campinas foi contemplada com quatro veículos e a cidade de Jundiaí com uma viatura.

A entrega oficial das viaturas, que aconteceu na capital paulista, foi feita pelo governador João Doria e pelos secretários da Segurança Pública e da Saúde, respectivamente, general João Camilo Pires de Campos e José Henrique Germann Ferreira. “Dos 56 veículos que estão aqui, veículos de resgate e salvamento, 50 viaturas vão atender a todas regiões do Estado de São Paulo e seis viaturas de salvamento aquático”, destacou o governador.

O investimento estadual foi de R$ 16,9 milhões, sendo R$ 1,3 milhão pela Secretaria da Segurança Pública, para a aquisição de seis Ursa (Unidades de Resgate e Salvamento Aquático), e R$ 15,6 milhões pela Secretaria da Saúde, para a compra de 60 viaturas de UR (Unidade de Resgate), das quais 50 já estão disponíveis e outras 10 serão entregues até o fim do primeiro semestre deste ano.

As 56 novas viaturas entregues nesta quarta serão distribuídas regionalmente. Nove serão para a Capital, nove para a Grande São Paulo, oito para o Litoral Norte e Sul e 30 para o interior do Estado. A distribuição das demais viaturas será definida posteriormente.

A Secretaria da Saúde adquiriu viaturas dos modelos Sprinter (Mercedes Benz), que serão utilizadas no trabalho terrestre do Resgate. Os outros 10 veículos – seis Unidades de Suporte Avançado, dois caminhões, uma van e uma picape – serão usados em casos mais graves e no transporte de medicamentos, alimentos, roupas, barracas e outros materiais, bem como dos profissionais.

 

Brigadas Comunitárias

Na ocasião, o Corpo de Bombeiros assinou uma portaria que cria o Programa de Cooperação de BPV (Bombeiros Públicos Voluntários) na Primeira Resposta às Emergências. A medida visa expandir os serviços dos bombeiros em cidades de até 50 mil habitantes, mediante celebração de convênio entre Estado e municípios para a criação de Brigadas Comunitárias.

(Da Redação)