Piracicaba recebe o 6º Troféu Corpo Livre no Ginásio Municipal

modalidade vento acontece nesta quarta-feira e inclui ainda o anúncio do prêmio Ginasta do Ano para atletas da modalidade. ( Foto: Líder Esportes)

O Ginásio Municipal Waldemar Blatkauskas, em Piracicaba, será palco nesta quarta-feira (12) para a sexta edição do Troféu Corpo Livre, competição que deve reunir cerca de 150 ginastas. O evento, que é organizado pela academia Corpo Livre e conta com o apoio da Selam (Secretaria de Esportes, Lazer e Atividades Motoras), começa às 17h e tem entrada gratuita ao público. A organização sugere a doação de um brinquedo, que será entregue na festa de Natal para as crianças do Hospital Boldrini, em Campinas.

‘A consolidação não é apenas em função do número de participantes, mas pela qualidade do trabalho’

A programação terá início com uma apresentação de Dança Inclusiva, seguida pela participação do vereador André Bandeira (PSDB). A atividade terá a presença do Laboratório de Dança, grupo de Santa Bárbara d’Oeste. A cerimônia de premiação para ginástica acrobática e rítmica será dividida em duas etapas: a primeira acontece às 19h e a segunda está agendada para as 21h20. O evento inclui ainda o anúncio do prêmio Ginasta do Ano, quando serão reveladas as duas atletas de maior destaque em cada modalidade para receber a honraria.

A competição foi criada em 2003 pela academia Corpo Livre, mas sofreu mudanças de nome ao longo do tempo. Após começar como evento interno, o torneio ganhou proporção e fechou parcerias com a Lindagg (Liga Nacional de Desportos Acrobáticos e Ginástica Geral) e a CBG (Confederação Brasileira de Ginástica), o que provocou a mudança de nome para Acrogym, além de contar com a arbitragem da FPG (Federação Paulista de Ginástica). Na sexta edição como Troféu Corpo Livre, o certame está consolidado.

“Não apenas em função do número de participantes, mas pela qualidade do trabalho. Para nós, é o ano que estamos com as séries mais difíceis e, ainda assim, elas estão sendo melhor executadas”, contou a professora Cibeli Sacconi, da academia Corpo Livre. Além da equipe, o campeonato receberá ginastas da Assedec (Associação Educacional, Esportiva e Cultural de Santo André), Colégio Atlântico, Instituto Baroneza de Rezende e Sociedade Esportiva Palmeiras.

“O Troféu Corpo Livre representa a confirmação da nossa técnica levada a sério, com a aprovação da Federação Paulista de Ginástica. Nós temos em mãos duas notas: uma artística e uma de execução. Assim, será possível avaliar as necessidade dentro da composição que estamos ensinando. É um selo de garantia do trabalho”, afirmou Cibeli, que está confiante. “As nossas expectativas são positivas, principalmente nas notas artísticas, porque as séries estão bem ricas no que diz respeito aos movimentos de dança, além das dificuldades exigidas”, completou.

(Líder Esporte)