Piracicaba tem queda de 50% nos casos de estupro, segundo a SSP

(divulgação/Polícia Civil)Delegado Seccional Américo Rissato

Piracicaba registrou a queda de 50% nos casos de estupro nos 11 primeiros meses do ano, segundo as estatísticas divulgadas pela SSP (Secretaria de Estado de Segurança Pública). Foram oito ocorrências em 2018, ante 16 no mesmo período do ano anterior. Os crimes contra o patrimônio, que são os casos de furtos e roubos em geral também diminuíram: furtos a veículos (27,8%), roubos outros (20%), roubos a veículos (12,5%), furtos outros (5,16%).

Já os crimes cometidos contra a vida aumentaram. As ocorrências relacionadas a homicídios ficaram em 31,25% e as tentativas de homicídio mais 13,15%.

O delegado Seccional de Piracicaba, Américo Sidnei Rissato considerou que a repressão aos crimes de tráfico de entorpecentes e aos delitos menores contribuíram para a queda da maioria dos índices criminais.  “Tivemos diversas incursões no sentido de retirar das ruas os foras da lei que tinham contra si mandados de prisão,  além é claro das representações em sede de inquéritos policiais por prisões cautelares”, afirmou Rissato.

O comandante do 10º BPM/I (Batalhão de Polícia Militar do Interior), tenente-coronel Willians de Cerqueira Leite Martins disse que nos casos de homicídio, geralmente ocorrem por motivos passionais ou por vingança, nesse caso a prevenção não é uma tarefa fácil. “Piracicaba em comparação com outras cidades, a cada 100 mil habitantes, os crimes são menores. No entanto, a meta é fazer com os crimes diminuam”, considerou Cerqueira.

 

(Cristiani Azanha)