Piracicaba terá Dia da Agroecologia

Data aprovada pelo Legislativo será celebrada dia 3 de outubro. (foto: Amanda Vieira/JP)

A Comissão de Agricultura, Pecuária, Abastecimento e Desenvolvimento Rural, teve aprovado em sessão camarária, o Dia Municipal da Agroecologia, a ser comemorado no dia 3 de outubro.

A comissão é formada pelos vereadores Nancy Thame (PSDB), presidente; Gilmar Rotta (MDB), relator; e Laércio Trevisan Jr. (PL), membro. No texto do decreto, a comissão cita que conforme dados apontados pelo IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística), consolidados em 2006, a empregabilidade nesse tipo de agricultura alcança 70%, o que torna evidente sua importância e presença na realidade brasileira.

É imprescindível destacar que o modelo de agricultura de produção familiar é responsável pelo abastecimento de alimentos básicos ao mercado de consumo, dentre os quais a mandioca, o feijão, o milho, o arroz, o leite, a carne suína e aves produzidas no campo”, diz a propositura.

Os parlamentares também reforçam que a agroecologia se contrapõe ao abuso de insumos industriais. Trata- -se de uma ciência que busca o entendimento dos agrossistemas complexos, tendo como princípio a conservação e a ampliação da biodiversidade para produzir autorregulação e sustentabilidade. Entre os dados de Piracicaba, o texto cita que o setor agrícola.

A pecuária também é representativa, além da avicultura e olericultura. De acordo com dados da Cati, Piracicaba possui 2.055 Unidades de Produção Agropecuárias, sendo 1.638 unidades com tamanhos de até 50 hectares. Porém, o município conta com um total de apenas 309 famílias consideradas legalmente como agricultores.

Da Redação