Piracicabano é 2º colocado em concurso nacional de fotografia

fotografia José Furlan Pissol é um dos vencedores, com um retrato do Engenho intitulado ‘Reapropriação’. Foto: Claudinho Coradini/JP.

A Fundação SOS Mata Atlântica divulgou ontem os seis primeiros colocados de seu concurso de fotografia, definidos a partir de voto popular no site da iniciativa e o piracicabano José Furlan Pissol é um dos vencedores, com um retrato do Engenho, localizado na Rodovia Piracicaba via Limeira, intitulado ‘Reapropriação’. O concurso selecionou as 30 melhores fotografias de um total de 5 mil inscritos. José Pissol que participou pela primeira vez do concurso, promovido pela Fundação SOS Mata Atlântica, ficou em 2º lugar.

“Já fiquei muito feliz por ter ficado entre os 30 selecionados, então quando percebi que tinha chances de ficar entre os seis melhores, a felicidade foi maior ainda. Eu ficava acompanhando a votação popular e comemorava cada voto. Foram 20 dias mandando mensagem para todo mundo que eu conhecia, na luta, e, entre 5 mil fotos a minha ficou em 2º lugar. Para quem trabalha na área de comunicação sempre é bom receber prêmios para acrescentar ao currículo. É um reconhecimento enorme”, ressaltou Pissol.

Os autores das três fotos mais votadas são do interior de São Paulo e ganharam uma viagem para um paraíso da Mata Atlântica. Todos os seis melhores classificados receberão um equipamento fotográfico. Além disso, as 30 imagens que foram selecionadas pelo júri técnico serão exibidas numa mostra no início de 2019. “Sempre gostei da natureza, de estar com o pézinho no mato. Então sempre que eu posso gosto de ir para um sítio, serra, ou qualquer outro lugar aonde eu possa ter contato com a natureza”, revelou o piracicabano.

Formado em Rádio, TV e Internet pela Unimep (Universidade Metodista de Piracicaba), Pissol administra – junto do sócio Rodrigo de Oliveira Morelli – uma empresa de imagens aéreas, com foco maior no uso de drone. “A foto foi feita em um dia de trabalho, com o drone, mas o regulamento do concurso não permitia a inscrição da foto com o CNPJ, então eu inscrevi com o meu próprio nome”, explicou Pissol.

Ele conta que a preservação da natureza, a fotografia e a cidade de Piracicaba são as três maiores paixões da sua vida. “Essa conquista ficará eternizada para vida toda. Tenho certeza que falarei sobre isso com meus filhos e futuros netos. Direi que ganhei um concurso de importância nacional. Se não acreditarmos em nós mesmo, quem vai?”, comemorou Pissol.

CONCURSO – O Concurso de Fotografia é uma iniciativa da Fundação SOS Mata Atlântica, de caráter exclusivamente cultural, patrocinada pela Sanofi, tem por objetivo estimular as pessoas a observar e valorizar a Mata Atlântica por meio da fotografia, registrando a sua percepção sobre a importância do bioma e as causas mais urgentes para a sua conservação.

(Raquel Soares)