• Plantas indoor chegaram para ficar!
  • Plantas indoor chegaram para ficar!
  • Plantas indoor chegaram para ficar!
  • Plantas indoor chegaram para ficar!

Plantas indoor chegaram para ficar!

Praticidade é a palavra de ordem do projeto. (Foto: Divulgação)

Com cada vez menos espaço nos grandes centros, a decoração com plantas indoor, ou seja, dentro de casas ou apartamentos, é uma tendência que vem marcando presença na decoração. Além de trazerem mais vida ao ambiente, as flores e folhagens, tidas por muito tempo como “coisa de avó”, refrescam o lugar, ganham novo status no design de interiores e passam a ser parte efetiva dos projetos de decoração.

É o caso de um apartamento decorado pelas arquitetas Mayara Clá e Natasha Haddad. O projeto, designado a um moderno e prático casal, inclui um belo jardim vertical na área social, que traz o verde para o lar, mas sem ocupar muito espaço. “O jardim era uma demanda dos clientes e também consideramos importante trazer a natureza para uma casa, ainda que não tenhamos muito espaço para isso. Neste sentido, acreditamos que as plantas indoor são uma tendência e que ela veio para ficar”, afirma Mayara.

A parede “viva” contrasta muito bem com o estofado claro, com estrutura em madeira neutra – tudo pensado para tornar o ambiente clean e sofisticado. Uma estante com objetos decorativos e também uma adega completam o visual.

Por ser uma estrutura complexa de manter, o jardim vertical não deve ser feito por leigos, já que, se mal feito, pode causar danos à estrutura do local. “Deve-se sempre buscar a ajuda de um profissional. O jardim vertical parece simples, mas tem possibilidade de gerar dor de cabeça dada a questões como umidade excessiva na parede, o que pode criar a necessidade de uma reforma indesejada”, explica a arquiteta Natasha. “Uma solução para quem quer, mas não sabe ou não gosta de cuidar, são as plantas desidratadas”.

Se a ideia é mesmo criar uma floresta urbana em casa, o uso de vasos transparentes e cachepôs podem garantir uma decoração moderna e sem sobrecarregar o ambiente.

Para economizar espaço, invista em pendentes e macramês que possam sustentar as plantas dependuradas no teto. Esse tipo de decoração remete a um ar vintage dos anos 70, marcados pela cultura hippie.

Flores e folhagens secas também são interessantes e conferem novas cores à decoração, como o laranja e o marrom, as quais evocam o visual boho e vêm com o bônus de não precisarem de cuidados e manutenção.

O quarto também pode receber as plantas e tornar-se um ambiente mais natural. Aproveitar a luz solar e unir isso a roupas de cama em tons neutros mantém o local aconchegante, além de fazer com que ele transmita a calmaria necessária para a hora do sono.

Mariana Requena
[email protected]