PM Ambiental localiza viveiro com aves ameaçadas de extinção; multa foi de R$ 22,5 mil

Araras estão na lista de ameaçadas de extinção (Divulgação/PM Ambiental)

A Polícia Militar descobriu um viveiro, em São Pedro, que mantinha nove aves silvestres sem autorização. Entre as espécimes estavam tucanos, papagaios verdadeiros, araras vermelho, araras Canindé. Todas eram mantidas em cativeiro em local coberto com água e comida, abrigadas das intempéries e sem sinais de maus-tratos.

Araras estão na lista de ameaçadas de extinção (Divulgação/PM Ambiental)

 

O responsável pela propriedade informou que não tinha autorização do órgão ambiental competente para manter as aves aprisionadas em cativeiro. Ele foi multado em R$ 22,5 mil com base no artigo 25, parágrafo 3°, inciso III, Lei de Crimes Ambientais – Lei 9605/98 “por ter em cativeiro ave da fauna silvestre sem autorização do órgão competente.”

As araras vermelhas e as araras canindé  encontram-se inseridas na lista de ameaçadas em extinção, conforme o Decreto Estadual n°63853 de 27 de novembro de 2018. O responsável também recebeu um auto de infração ambiental. As aves permaneceram provisoriamente depositadas no viveiro, até que sejam determinados outro local para a sua destinação.

O responsável pela propriedade não informou qual seria a procedência das aves.

 

Tucano também foi localizado (Divulgação/PM Ambiental)

 

DENÚNCIA

Para realizar uma denúncia, em caso de urgência, pode se ligar para o telefone 190 onde uma viatura do policiamento de área poderá realizar a abordagem do infrator, sendo acionada a PM Ambiental para que seja realizada as providências administrativas, ou ligar diretamente na Polícia Ambiental de Rio Claro (19) 3522-1260 ou ainda através do telefone 0800-113560.

 

Cristiani Azanha

[email protected]