PM apreende 36 mil itens de campanha do PT

PT Pedestres teriam denunciado irregularidades a PMs. (Foto: Divulgação)

A PM (Polícia Militar) de Piracicaba apreendeu, ontem, cerca de 36 mil itens de material de campanha entre santinhos, cartazes e bandeiras de propaganda eleitoral do PT (Partido dos Trabalhadores) com referência ao ex-presidente e ex-candidato Luis inácio Lula da Silva. O material estava no comitê da candidata a deputada estadual Professora Bebel.e, após a apreensão, foi encaminhado à sede da Polícia Federal. Os membros do partido que estavam no comitê no momento da ação dos PMs questionam a falta de mandado de busca e apreensão e da situação de flagrante como justificativa para a ação.

A assessoria da candidata informou que, no início da tarde, os policiais entraram na área restrita do comitê da rua Governador Pedro de Toledo, no Centro, sem autorização e apreenderam somente material de campanha que continha “Lula presidente”. O advogado e colaborador da campanha, César Pimentel, disse que o material estava guardado e não chegou a ser distribuído. “Os santinhos foram confeccionados quando o Lula ainda era candidato, mas foi recolhido após a decisão do TSE (Tribunal Superior Eleitoral) que impugnou a candidatura”, disse.

De acordo Pimentel, os PMs chegaram ao comitê alegando que receberam denúncia de um pedestre de estava havendo distribuição de material na rotatória da Esalq (Escola Superior de Agricultura Luiz de Queiroz) o que não foi confirmado em diligência pelo local. O Jornal de Piracicaba teve acesso ao termo de depoimento e o auto de apreensão do material pela Polícia Federal. No termo, o coordenador de campanha Ronaldo Almeida informou que o material foi recolhido após a impugnação da campanha do ex-presidente e que não chegou a ser distribuído.

Almeida disse que os policiais ignoraram o questionamento de que estavam invadindo uma área restrita e foram para os fundos do comitê onde recolheram o material. “Com a mudança do nosso candidato majoritário, este material foi recolhido para o comitê e estranhamente fizeram esta apreensão. Ao todo, foram apreendidos pouco mais de 36 mil exemplares, a maioria santinhos”.
O tenente Emanuel, da Polícia Militar, informou que a equipe fazia patrulhamento pela avenida Centenário quando pedestres disseram que havia a distribuição do material. “Foi questionado se havia mais material no local e o pessoal do comitê informou que sim, então os policiais procederam a apreensão”, falou. “A ocorrência foi caracterizada como distribuição e apreensão de material eleitoral irregular”, completou.

(Beto Silva)