PM prende acusado de 4 roubos em farmácias

Um homem de 37 anos, acusado de pelo menos quatro roubos a farmácias, na região da Vila Independência, foi preso anteontem pela Polícia Militar. Com ele, os policiais apreenderam uma arma de brinquedo e uma cartela de remédios.
 
Segundo a PM, por volta das 18h30, uma equipe foi avisada através do Copom (Centro de Operações da Polícia) que um suspeito de vários roubos foi visto saindo de uma farmácia na rua Governador Pedro de Toledo e tinha as mesmas características de um assaltante que acabara de sair de outra farmácia na avenida Independência. O suspeito foi abordado minutos depois ainda na área central.
 
O acusado portava uma réplica de pistola na cintura e uma cartela de remédio para gripe. Na motocicleta usada pelo suspeito, os policiais encontraram uma camiseta verde que ele teria usado durante o outro roubo.
 
Os policiais mostraram a foto do acusado à funcionária de uma das farmácias. Ela reconheceu o detido e relatou que o rapaz tinha entrado no estabelecimento na avenida Governador Pedro de Toledo no dia 14 de março deste ano. Os PMs localizaram outra vítima de roubo ocorrido em fevereiro deste ano. O acusado foi levado ao plantão policial, onde foi autuado em flagrante sob acusação de roubo.
 
 
OUTRO CASO — Semana passada, a PM prendeu outro rapaz que também roubava farmácias na região do bairro Novo Horizonte. Ele foi abordado pela PM, na casa dele, que fica na mesma região. Na residência, a equipe localizou um revólver com numeração raspada. O acusado foi encaminhado à sede da DIG (Delegacia de Investigações Gerais), onde o delegado Démetrios Gondim Coelho fez o pedido na Justiça de prisão temporária. 
 
Após prestar depoimento, o acusado foi encaminhado para audiência de custódia e posteriormente ao CDP (Centro de Detenção Provisória), onde deve permanecer à disposição da Justiça. Ele foi identificado pela Polícia Civil como envolvido em pelo menos sete ações criminosas.
 
Na ocasião, o delegado informou que os trabalhos se desenvolveram rapidamente e a prisão saiu graças a agilidade do Ministério Público e do Poder Judiciário na Primeira Vara Criminal de Piracicaba. “Eles foram muito rápidos. Eu fiz o pedido cinco horas da tarde e seis horas estava expedido o mandado. Então, isso ajudou bastante”, afirmou Coelho, na ocasião.
 
As vítimas de roubos, principalmente em farmácias, podem falar com os investigadores da DIG que apuram os assaltos ou ligar no telefone (19) 3421-6169. A sede fica na rua Tiradentes, 938, no Centro.