PM prende acusado de vários roubos em farmácias

Um homem acusado de vários roubos no bairro Novo Horizonte foi preso quinta feira pela Polícia Militar. O suspeito foi abordado pela PM na casa dele, que fica na mesma região. No local, a equipe localizou um revólver com numeração raspada. Ele foi encaminhado à sede da DIG (Delegacia de Investigações Gerais), onde o delegado Démetrios Gondim Coelho fez o pedido na Justiça de prisão temporária. Após prestar depoimento e ter o mandado judicial, ele será encaminhado para audiência de custódia e posteriormente ao CDP (Centro de Detenção
Provisória), onde deve permanecer à Justiça.
 
Segundo a PM, um denunciante entrou em contato com a corporação através do telefone 190, informando sobre mais um roubo a farmácia que tinha acabado de ocorrer no bairro. Eles descobriram que o suspeito era o mesmo que estava realizando vários assaltos naquela mesma região há aproximadamente um mês.
 
Os policiais conseguiram localizar a casa dele, que ficano mesmo bairro. O acusado foi encontrado na residência, e além de confessar o último roubo, que aconteceu anteontem, ele teria relatado que escondeu a arma no interior
da caixa de água da descarga, na casa do vizinho.
 
Os PMs seguiram para a UPJ (Unidade de Polícia Judiciária) com o suspeito. Assim que chegaram ao  estabelecimento policial, encontraram uma outra vítima do suspeito, que aguardava para fazer o registro do boletim
de ocorrência. O roubo teria ocorrido na mesma tarde, em outra farmácia, no bairro América.
 
A oitiva das testemunhas e o depoimento do acusado foram transferidos para a sede da DIG, que continuará
com as investigações sobre a onda de roubos.
 
O delegado e PM conseguiram na Justiça o mandado de prisão temporária, para que o acusado permanecesse
detido enquanto seguem as investigações sobre os assaltos. Na tarde de ontem, os policiais seguiam em diligências na tentativa de identificar outras vítimas de roubo. Além do roubo, o acusado também vai responder por porte ilegal de arma.
 
VÍTIMAS — As vítimas de roubos, principalmente em farmácias, com a suposta participação do suspeito, podem
comparecer à sede da DIG para falar com os investigadores que apuram os assaltos através do telefone (19)
3421-6169, ou diretamente na sede da delegacia especializada, que fica na rua Tiradentes, 938, no Centro da cidade.