Poda de árvores gera reclamação de pedestres e motoristas

Em alguns pontos da cidade, pedestres reclamam que, após o serviço, os galhos não são recolhidos. (Foto: Claudinho Coradini/JP)

O acúmulo de galhos de árvores nas calçadas após a poda feita pela CPFL (Companhia Paulista de Força e Luz) Paulista tem causado transtornos a pedestres. Em alguns pontos de Piracicaba, pedestres reclamam que, após o serviço, os galhos não são recolhidos e permanecem no local por dias, causando transtornos a quem se utiliza das calçadas.

Ontem, a situação foi constatada na avenida Dr. Cássio Paschoal Padovani, no bairro Morumbi. O problema ocorreu próximo a uma empresa localizada na avenida e parte da calçada ficou interditada pela vegetação amontoada.

Por estar perto de uma empresa e muitas pessoas utilizarem o passeio público naquele trecho, a dificuldade de transpor os galhos chamou a atenção de quem passou pelo local.

A CPFL foi questionada sobre a quem cabe a responsabilidade de retirar os galhos resultantes das podas e por que o material não é recolhido logo após o serviço ser concluído.

Por meio da assessoria de imprensa, a CPFL respondeu apenas que os galhos seriam recolhidos ainda ontem. “As equipes da companhia estão no local mencionado recolhendo os galhos”, informou a assessoria de comunicação da empresa, ontem, às 15h20.

Beto Silva

[email protected]