Polícia apreende ‘lucro’ de venda de drogas

Um auxiliar de produção de 22 anos foi preso na manhã de ontem, acusado de envolvimento com o tráfico de drogas, na região do bairro Novo Horizonte. Com ele, foram apreendidos R$ 1.025 em dinheiro, que seria saldo da venda de drogas do dia e 39 pedras de crack. O rapaz foi encaminhado ao plantão policial e depois transferido para a carceragem.
 
Por volta das 5h, os policiais faziam patrulhamento de rotina, quando avistaram dois jovens parados na rua. Um deles demonstrou nervosismo quando percebeu a aproximação da viatura.
 
Ambos foram abordados, mas somente o auxiliar foi flagrado com as porções e a quantia em dinheiro no bolso. Os policiais também apreenderam um celular, molho de chaves e um relógio de pulso que estava sendo usado pelo suspeito.
 
O outro jovem portava apenas duas cédulas de R$ 10. Ele teria informado aos policiais que é usuário de entorpecentes e que estava no local apenas para comprar uma porção.
 
Os dois rapazes foram encaminhados ao plantão policial, onde o delegado Eder Muniz de Farias decidiu autuar em flagrante sob acusação de tráfico de drogas, apenas o auxiliar, o outro foi liberado.
 
GUARDA CIVIL — Durante outra abordagem distinta realizada na área central, por volta das 23h de anteontem, a Guarda Civil apreendeu 17 porções de cocaína escondidas em meio a tijolos. Uma adolescente de 16 anos foi apontada como a responsável pelo tráfico de drogas naquela região.
 
A menor foi revistada por uma guarda civil feminina e com a adolescente foi encontrada uma cédula de R$ 50. Ela chegou a ser levada ao plantão policial e depois liberada para a mãe, sob o compromisso de ser apresentada nos próximos dias para a Vara da Infância e Juventude para acompanhamento do caso.