Polícia Civil identifica 2 acusados de roubar 30 celulares

Suspeitos não foram localizados (Reprodução)

Os policiais civis da DIG (Delegacia de Investigações Gerais) identificaram dois acusados de participar do roubo de 30 celulares de uma loja de Piracicaba em menos de 24 horas. A ação criminosa ocorreu no final da tarde de terça-feira (5). Além dos aparelhos, dupla também levou celulares e um drone. Os investigadores estiveram na casa dos dois suspeitos, onde teriam encontrado a bolsa usada para levar os objetos e uma camiseta usada durante o roubo. Os acusados não foram localizados, mas o delegado Vagner Rogério Romano deverá pedir na Justiça, os mandados de prisões temporárias dos suspeitos.

De acordo com a Polícia Civil, na tarde de quarta-feira (6), os policiais estiveram na casa de um suspeito de 29 anos, no bairro Sabiá, na região do Novo Horizonte. Ele teria acabado de sair, minutos antes da chegada dos policiais. Os familiares do acusado teriam permitido a entrada dos policiais na casa. No interior do imóvel, eles teriam apreendido uma bolsa idêntica usada pela dupla, conforme registrou as imagens do circuito de segurança da loja.

Posteriormente, os policiais estiveram na casa do outro suspeito, que tem 25 anos, e reside no mesmo bairro. Ele também não foi encontrado em sua residência pelos investigadores. No local, os policiais teriam localizado a segunda bolsa usada e a camiseta usada pelo rapaz durante o assalto. Na residência da namorada do segundo suspeito, os investigadores teriam localizado as películas dos celulares, com o impresso da loja roubado. Um policial conseguiu falar com um dos acusados pelo telefone de sua mãe. Ele teria relatado que já tinha vendido todos os objetos apreendidos e que não se entregaria à polícia.

A investigação continuará a ser realizada pela DIG na tentativa de localizar a dupla e recuperar os objetos roubados. Até o fechamento desta edição, os acusados não foram localizados pela polícia.

 

Cristiani Azanha

[email protected]