Polícia Civil identifica paciente que teria furtado bolsa em clínica

Parte dos pertences das vítimas foi recuperado. (Divulgação/Polícia Civil)

Uma paciente da Policlínica, no bairro Santa Teresinha foi identificada pelos policiais civis da DIG (Delegacia de Investigações Gerais) como envolvida em furtos. Ela teria se aproveitado que o armário de funcionários estava aberto e se apropriou de vários pertences que estavam no local.

Os policiais civis, coordenados pelo delegado Vagner Rogério Romano, confirmara que a paciente aguardava para ser atendida, e observou que um armário onde os profissionais da saúde, guardam seus pertences pessoais encontrava-se com o cadeado aberto. Ela teria se aproximado e abriu a porta, subtraindo uma bolsa e deixou o local em seguida. A bolsa continha em seu interior além de outros bens, dinheiro e cartões; um dos cartões subtraídos trazia consigo a senha.

Ainda conforme a polícia, a suspeita chegou a fazer uma compra em um supermercado da cidade.  A investigação teve acesso as imagens do estabelecimento comercial e conseguiu identificar a mulher. Parte dos bens subtraídos foram recuperados e agora a investigada deverá ser indiciada pela prática de furto. Ela não foi localizada pelos policiais civis.

 

 Cristiani Azanha

crisazanha@jpjornal.com.br