Polícia Civil investiga morte de tenente do Exército, em Goiás

Polícia Civil investiga morte de tenente do Exército, em Goiás
Fonte: Agência Brasil

A Polícia Civil de Goiás investiga se o assassinato de um médico do Exército, no fim de semana, trata-se de um crime de execução. O corpo de Gabriel Costa Lima, 29 anos, foi encontrado na madrugada do último sábado (13), na zona rural de Alto Paraíso de Goiás, cidade turística da Chapada dos Veadeiros a cerca de 230 km de Brasília e 412 km de Goiânia.

O crime foi registrado como homicídio doloso (quando há intenção de matar), na delegacia de Alto Paraíso de Goiás. Segundo as primeiras informações divulgadas pela Polícia Civil, a vítima tinha perfurações nas costas e costelas, além de na nuca e na bochecha – o que sugere que tenha sido executada. Próximo ao corpo foram encontradas cápsulas de revólver.

Segundo o Exército, Lima era tenente da própria Força, atuava como médico-residente da Escola de Saúde do Exército, no Rio de Janeiro, e estava passando um período em Brasília, onde fazia estágio no Hospital das Forças Armadas.

Lima estava de folga e ainda não se sabe se ele foi a Alto Paraíso passar o fim de semana ou se participava de uma festa que aconteceu próximo ao local do crime. Seu corpo foi encontrado abandonado em uma estrada vicinal, no interior da fazenda onde a festa ocorreu.

O Exército informou que está acompanhando as investigações da Polícia Civil e que tomará todas as providências necessárias.

Polícia Civil investiga morte de tenente do Exército, em Goiás