Polícia Civil prende 14 na cidade

Quatorze pessoas foram presas durante a Operação “Odin” realizada em Piracicaba, pela Polícia Civil, na quinta-feira (7). Na região da Delegacia Seccional foram apreendidos 186 comprimidos de stanazol e dianabol, que são anabolizantes, além dos registros de dois TCOs (Termo Circunstanciado de Ocorrência) por jogo de azar e porte ilegal de droga e apreensões de entorpecentes.

O diretor do Deinter-9, Kleber Antônio Torquato Altale considerou positiva a operação. “A certeza da punição é a melhor forma de prevenção. Há dois dias já fizemos uma operação na região de Limeira, e na semana passada, em Piracicaba. Estamos mantendo um ritmo intenso de trabalho”, afirmou o Altale.

ESTADO

De acordo com a SSP (Secretaria de Estado de Segurança Pública), a ação foi deflagrada para cumprimento de ordens judiciais em todo o Estado. A Polícia Civil deteve 1.051 pessoas durante operação para cumprimento de mandados de prisão e de busca e apreensão. As atividades de campo, coordenadas pelo Decade (Departamento de Capturas e Delegacias Especializadas), tiveram apoio do Departamento Estadual de Investigações Criminais (Deic), dos Deinters (Departamentos de Polícia Judiciária da Capital) e Dipol (Departamento de Inteligência da Polícia Civil).

De acordo com o delegado Osvaldo Nico Gonçalves, diretor do Decade, a ação foi intitulada Odin em referência ao principal deus da mitologia nórdica, devido ao seu amor pela batalha. “Essa ação é uma resposta do trabalho da Polícia Civil. As equipes estão desde cedo integradas e motivadas em combater o crime”, ressaltou durante entrevista coletiva.

As diligências tiveram o empenho de 3.741 policiais e 1.442 viaturas para cumprimento de mandados relacionados a investigações, na maioria, de crimes contra o patrimônio, como roubos e latrocínios. Como resultado, 1.051 pessoas foram detidas, sendo 922 homens, 52 mulheres e 77 adolescentes.

 

Cristiani Azanha