Polícia Civil prende 64 pessoas na região do Deinter-9

Armas e munições foram apreendidas em Capivari. (Divulgação/Polícia Civil)

A Polícia Civil prendeu 64 pessoas durante a Operação “Cronos 2” deflagrada na manhã da terça-feira (28), na região do Deinter-9 (Departamento de Polícia Judiciária do Interior) de Piracicaba. Realizada em 21 estados e do Distrito Federal, a atividade visa  combater os crimes de homicídio e feminicídio. Coordenada pelo Conselho Nacional dos Chefes de Polícia Civil, a ação acontece de forma integrada e conta com o apoio do Ministério da Justiça e Segurança Pública. Dados parciais até a tarde de terça-feira (28) totalizaram 199 pessoas foram presas, sendo 177 por homicídios e 22 por feminicídios. Sete adolescentes foram apreendidos.

O delegado divisionário e Coordenador da Unidade de Inteligência do Deinter-9 (Departamento de Polícia Judiciária do Interior) de Piracicaba, Paulo Koch, disse que nos 52 municípios que fazem parte do Departamento disse que do total de presos na região do Departamento 51 pessoas foram detidas por mandados de prisões decretadas pela Justiça, mais 11 em situação de flagrante e duas apreensões de adolescentes. “A operação foi muito produtiva e realizamos operações semelhantes com frequência na região”, disse Koch

O delegado Seccional de Piracicaba, Américo Sidnei Rissato ressaltou que o objetivo foi alcançado. “Nosso objetivo é sufocar o crime, seja ele qual for”, enfatizou Rissato.

Em Capivari, os investigadores realizaram a apreensão de máquinas caça- níquel localizada em dois pontos na cidade. Em uma das localidades o proprietário do estabelecimento comercial admitiu a prática delitiva, já na outra localidade a proprietária consignou que não tinha conhecimento de que tal aparelhamentos era destinados para fins ilícitos.

A mesma equipe também apreendeu armas e munições localizados em um bairro deste município, o proprietário do armamento ao constatar a presença da equipe no local evadiu-se do local dos fatos, permanecendo foragido até o momento.

OPERAÇÃO

A primeira fase da Cronos foi deflagrada  em agosto de 2018, a primeira fase da Operação Cronos resultou na prisão de mais de 2,6 mil pessoas em todo o país. Além disso, foram apreendidos 341 adolescentes, dos quais 42 pessoas foram presas por feminicídio; 404 por homicídio.

 

Cristiani Azanha