Polícia deflagra Operação Dia do Trabalho

A partir da zero hora de hoje até a meia-noite do dia 1º de maio, a Polícia Militar Rodoviária deflagra a operação “Dia do Trabalho 2018” nas estradas da região de Piracicaba que envolve, também, as bases de Rio Claro, Corumbataí, São Pedro e Capivari em mais de 700 quilômetros de rodovias fiscalizadas. De acordo com o comando da base de Piracicaba, a expectativa é de um aumento de até 35% no fluxo de veículos “respeitando as demandas regionais e questões meteorológicas”.
 
Neste período, o policiamento rodoviário permanecerá em regime especial de trabalho, com redução de folgas e emprego do efetivo administrativo, potencializando a ação ostensiva, atuando de forma estratégica “sempre com o foco na prevenção criminal em harmonia à segurança viária”. Conforme informou a PM Rodoviária, será intensificada a fiscalização dos limites de velocidade, embriaguez, ultrapassagens proibidas, uso de cintos de segurança, assentos infantis e o uso de capacetes para motociclistas, entre outras infrações de trânsito. 
 
De acordo com a polícia, os motoristas deve estar atentos antes de iniciar a viagem, planejá-la com antecedência, verificando os pontos de parada e abastecimento, bem como as condições e documentação do veículo. “Mantenha distância segura do veículo à frente e nunca ultrapasse em locais proibidos. Em razão do reflexo causado pelas gotículas d’água, nunca use o farol alto em locais com neblina, pois a reflexão da luz vai ofuscar sua visão, reduzindo a visibilidade”, orientou o órgão estadual.
 
Segundo o DER (Departamento de Estradas e Rodagens), os horários de maior movimento na saída para o feriado são esperados para hoje, das 14h até meia noite e amanhã das 7h às 18h. Para o retorno do feriado, na terça-feira (1º) o maior volume de veículos deve ser registrado das 12h às meia-noite. O órgão estadual, informou também que deixou disponível 78 viaturas de inspeção, 141 guinchos (entre leves e pesados), 20 caminhões pipas, 123 veículos de apoio, uma motocicleta e 21 veículos de apreensão de animais. “Para o monitoramento das rodovias serão utilizadas 56 câmeras de CFTV fixas e móveis, 37 equipamentos de análise do tráfego e 55 painéis de mensagens variáveis frases educativas para orientar, por exemplo, a não dirigir usando o telefone celular”, informou.