Polícia hondurenha impede centenas de migrantes de chegar à Guatemala

Polícia hondurenha impede centenas de migrantes de chegar à Guatemala
Fonte: Agência Brasil

A polícia de Honduras aumentou o controle de migração na fronteira de Agua Caliente, impedindo hoje (19) que centenas de migrantes chegassem à Guatemala e possivelmente seguissem para os Estados Unidos.

Os migrantes que pretendem cruzar a fronteira reclamam por serem proibidos de chegar ao posto de registro migratório hondurenho, junto ao qual também funciona o da Guatemala, que hoje voltou a fechar, o que já havia sido ordenado pelas autoridades na terça-feira e na quarta-feira.

Os policiais usaram escudos, cassetetes e spray para dispersarem os migrantes, entre os quais há muitas crianças. A aglomeração tem provocado paralisação no trânsito de veículos particulares, transportes interurbanos e de carga.

A Polícia Nacional e o Exército montam guarda na fronteira de Agua Caliente com a Guatemala, onde deve chover em breve. Segundo a Organização das Nações Unidas (ONU), cerca de 3 mil pessoas atravessaram a passagem no último dia 13, em uma caravana com o objetivo de chegar aos Estados Unidos.

Os migrantes no setor de Agua Caliente dizem proceder de diferentes regiões de Honduras e citam como motivos da saída a insegurança, a falta de emprego e salários muito baixos.

O subdiretor do Instituto Nacional de Migração, Carlos Cordero, disse a Agência Efe que Honduras não fechou a passagem aos migrantes, mas que o controle migratório está mais rígido porque muitos querem atravessar de maneira ilegal, inclusive pessoas que levam crianças, que necessitam um passaporte e aval dos pais.

Polícia hondurenha impede centenas de migrantes de chegar à Guatemala