Polícia Militar e cães: parceiros na segurança

O Canil Setorial de Piracicaba possui atualmente dez cães em atividade e quatro aposentados. Com 25 receptores olfativos a mais que os seres humanos, os cães escolhidos para trabalhar com a Polícia Militar são da raça pastor belga de malinois. Eles executam missões como: faro de entorpecente, ajudam no policiamento e participam de apresentações de adestramento em escolas e entidades. As equipes fazem parte do 10º BPM/I (Batalhão da Polícia Militar do Interior).
“Além do fuzil, metralhadora, pistola e da viatura, nós temos o cão de faro ou de guarda para auxiliar o policial durante o patrulhamento. É uma ferramenta a mais que facilita o nosso trabalho e otimiza a utilização desse meio para a nossa profissão. Quanto maior o vínculo entre o cão e o condutor as chances de obter sucesso na busca é muito maior”, explicou o sargento Sidney Mascellani.
Todos os cães que trabalharam lado a lado com seus condutores, além do treinamento constante, também recebem cuidados como acompanhamento veterinário, abrigo em boas condições e limpos, além de receber a atenção de seu condutor, que também é responsável pela limpeza e alimentação.

Confira a matéria completa na edição deste domingo (9) do Jornal de Piracicaba.