Ponte arrasa o Náutico e encaminha classificação às oitavas da Copa do Brasil

Com um primeiro tempo perfeito, a Ponte Preta deixou a classificação para as oitavas de final da Copa do Brasil bem encaminhada ao arrasar o Náutico, por 3 a 0, no estádio Moisés Lucarelli, pela quarta fase. A partida desta quarta-feira à noite marcou a reestreia de Doriva no comando alvinegro.

Os dois times voltam a se encontrar na próxima quarta-feira, novamente às 21h45, na Arena de Pernambuco, na região metropolitana do Recife. O time paulista pode perder até por dois gols de diferença que garante a classificação para as oitavas de final, enquanto o Náutico precisa ganhar de quatro ou mais. Uma vitória pernambucana por três gols leva a decisão para os pênaltis.

A Ponte Preta começou em ritmo alucinante, tanto que aos 26 minutos já vencia por 3 a 0. O primeiro saiu aos 15. Paulinho cruzou, a defesa do Náutico afastou mal e Orinho acertou um bonito chute de primeira, no cantinho. E com o pé direito, que não é o seu forte.

Cinco minutos depois, Felipe Saraiva recebeu lançamento de Marciel, deixou Kevyn e Bruno no chão, antes de bater no cantinho, marcando um golaço no Majestoso. Além do goleiro, outros quatro adversários ficaram caídos na pequena área.

Mesmo na frente, a Ponte continuou sufocando o Náutico até marcar o terceiro. Júnior Santos ganhou a dividida contra dois adversários, invadiu a área e bateu na saída de Bruno. O estreante Paulinho ainda quase fez o quarto em chute de fora da área. O time pernambucano foi assustar apenas aos 41 minutos, quando Odilávio desviou cruzamento de Júnior Timbó para fora.

O Náutico voltou com duas mudanças do intervalo para buscar pelo menos um gol, mas viu a situação ficar mais complicada logo aos seis minutos do segundo tempo, quando Jobson deu uma cotovelada e foi expulso. No entanto, a Ponte Preta não arriscou e ficou tocando a bola esperando achar um espaço na defesa adversária.

Somente nos minutos finais os donos da casa esboçaram uma pressão em busca do quarto gol, que quase saiu em chute cruzado de Aaron após cruzamento de Orinho na segunda trave.