Ponte estaiada é alvo de pichação contra Bolsonaro

bolsonaro Vandalismo: prefeitura registrará BO sobre o caso. ( Fotos: Claudinho Coradini/JP)

 

A passarela “Dr. Animoel Dias Pacheco”, conhecida como a passarela estaiada, amanheceu depredada com pichações e cartazes contra o candidato à Presidência da República, o deputado Jair Bolsonaro (PSL). O ato de vandalismo surpreendeu quem passou pelo local na manhã de ontem. As pichações não pouparam nem a placa de denominação da passarela, inaugurada em maio de 2013. Até o momento, as manifestações políticas com atos de vandalismo eram registradas apenas na estátua do peixe localizado na entrada da cidade. Na última delas, o caso foi parar na polícia, depois que a Procuradoria Geral do Município formalizou a queixa.

A assessoria da prefeitura informou que, novamente, a Procuradoria Geral irá registrar um BO (Boletim de Ocorrência) sobre o fato. De acordo com o setor de comunicação, assim que a Polícia Civil fizer as diligências no local, a Semob (Secretaria Municipal de Obras) fará a limpeza da passarela estaiada.

Por meio de nota, o Movimento Direita Piracicaba – que organiza as ações de campanha do candidato Jair Bolsonaro de forma voluntária em Piracicaba – informou que reprova todo e qualquer ato de vandalismo, assim como qualquer outro crime. “Não é dessa forma que se faz uma campanha pró ou contra um candidato. Não é destruindo um bem público ou privado que seu protesto será ouvido. Verba que poderia ser destinada a reforma de escolas ou hospitais são usadas constantemente para apagar essas pichações. Achamos que faltam ações dos órgãos públicos para coibir e penalizar os praticantes de vandalismo”, traz a nota do movimento. A prefeitura não informou se há câmeras de segurança na passarela.

(Beto Silva)