Postes de energia se transformam em obras de arte

Arte Cássia Rando e Artur Silvaneto: transformação de ponto turístico. (Amanda Vieira/ JP)

Com o intuito de dar mais vida ao espaço, a artista plástica e arteterapeuta Cássia Regina de Toledo Rando, 60, moradora de Lençóis Paulista, idealizou um projeto chamado “Adote um poste” em Águas de São Pedro. O projeto, que teve início em abril deste ano, tem o apoio da prefeitura e também do Thermar Water Park, além dos comércios espalhados pelo ponto turístico.

O poste mais conhecido que a artista pintou foi no centro de Águas de São Pedro, o que gerou repercussão nas redes sociais. Entretanto, o primeiro foi na rua Manoel Garcia, 232, em frente ao edifício Sinhazinha. “O ano passado eu comprei o apartamento nesse lugar e eu me encantei com a cidade. Quando vi o terreno onde fica o trenzinho que passeia pela cidade vazio, achei que ele precisava de algo que fosse transformado. Foi aí então que pedi a permissão para o dono do terreno para que eu pudesse fazer arte naquele lugar. Com a permissão da CPFL, pintei o primeiro poste e me apaixonei pelo resultado, daí continuei pelas árvores do local”, contou Cássia.

“Inspire-se. Tenha uma vida com mais flores, mais cores e muita gentileza”, é assim que a arteterapeuta vê o impacto de suas obras na cidade. “Para mim é muito gratificante, por isso faço isso sem custo algum e com os meus próprios bolsos. É realmente um amor pela arte e que isso de alguma forma estimule as pessoas a fazerem algo, pois a arte transforma a todos e muitos não conhecem o poder dela”, disse.

Artur Silvaneto, 59, que é dono de algumas lojas no Centro da cidade, também é um dos apoiadores do projeto desde seu início. “Conheci a Cássia ainda quando ela era vendedora há muitos anos. Mas como ela sempre frequenta a cidade, e eu tinha conhecimento das atividades que ela faz, nos juntamos a fim de transformar esse lindo ponto turístico”, contou Silvaneto.

Segundo o comerciante, que também é idealizador do projeto de turismo “ Águas: visite, descubra e apaixone-se”, o importante é juntar a arte realizada por Cássia para estimular as pessoas a conhecerem a cidade. “Nós temos uma média de 10 a 12 mil pessoas que passam pela cidade por dia, porém não temos esse público aqui dentro. Então se conseguirmos nem que for 0,5% desse público para conhecer a cidade, para nós já é uma vitória. Águas de São Pedro é um palco aberto, onde podemos ter várias ações culturais, e com o apoio da Cássia, isso se tornou ainda melhor”, ressaltou Silvaneto.

 

ERRATA – Por meio de e-mail, Cássa Regina informou que : “Após pintar os dois postes  por meio de consulta informal, eu solicitei por escrito à CPFL para obter autorização oficial na realização de pintura em mais postes da cidade. Portanto, recebendo a resposta oficial de que Projetos particulares devem seguir as normas da CPFL diante de contrato firmado entre as partes, eu me retrato, afirmando que em situação oportuna desenvolverei um Projeto de pinturas em postes da CPFL, atendendo à Carta que me foi enviada. Informo também  que os dois postes já pintados estão sendo restaurados na cor original, branco”, disse.

(Ana Caroline Lopes)