Praça José Bonifácio recebe neste sábado o desafio entre cururueiros e rappers

A mistura de rap e cururu mostra novo diálogo entre os estilos musicais (Foto: Alma Filmes) A mistura de rap e cururu mostra novo diálogo entre os estilos musicais (Foto: Alma Filmes)

Encerrando o projeto “Cururu na Praça: Tradição e Contemporaneidade”, a Praça José Bonifácio, no centro de Piracicaba, recebe neste sábado, 23/2, às 10h, o duelo entre os cururueiros Toninho da Viola, Luizão do Pau D´Alho e Maurinho e os rappers MC Pedro Fractal, Airan o Turco e DJ Junião. A entrada é gratuita.

Iniciado em janeiro, o projeto é financiado pelo Fundo de Apoio à Cultura (FAC), da Prefeitura Municipal de Piracicaba e Secretaria da Ação Cultural e Turismo (SemacTur) e é coordenado pelo produtor cultural André Boaretto e por Toninho da Viola.

“O intuito tem sido o de promover a valorização da tradicional cultura do cururu, ao disseminá-la a toda a população e também às gerações mais novas, tanto por meio de apresentações gratuitas em um espaço público de grande movimentação e também por agregar novas linguagens”, afirma André Boaretto.

“A ideia de encerrarmos as apresentações do projeto com essa união entre o rap e o cururu é uma forma de dialogarmos com um outro estilo, igualmente de grande valor cultural e, assim, atrair uma nova fatia de público. Isso pode ser benéfico, inclusive, para o próprio cururu”, opina Boaretto.

“Essa junção de linguagens é muito interessante, gosto bastante dessa prática, pois é uma forma de difundir diferentes linguagens de grande relevância”, afirma Airan o Turco. “Unir tradição e contemporaneidade é fundamental, pois, a partir de tal ação, é possível reunir públicos de diferentes gerações”, opina o DJ Junião.

ETERNIZAR

Na opinião de Toninho da Viola, trata-se de um projeto importante, pelo fato de possibilitar que o cururu chegue a um grande número de pessoas. “Temos perdido, ultimamente, grandes nomes da nossa tradição. Assim, essa iniciativa é fundamental e é, inclusive, uma forma de eternizar esses grandes artistas”, diz.

SERVIÇO

“Cururu na Praça: Tradição e Contemporaneidade” encerra sériede apresentações com desafio entre cururueiros e rappers. Sábado, 23/2, às 10h, na Praça José Bonifácio. Participação gratuita.