Prefeitura aumenta para R$ 320 mil repasse para a Associação Ilumina

hospital Hospital Ilumina é construído no Altos do Taquaral. (Foto: Claudinho Coradini/JP)

A Prefeitura de Piracicaba promulgou a lei aprovada pela Câmara de Vereadores que aumenta de R$ 113 mil para R$ 320 mil o repasse anual do Fundo Municipal de Saúde para o projeto Ilumina Prevenção e Diagnóstico Precoce do Câncer, da Associação Ilumina. Além do reajuste de R$ 207 mil este ano, que equivale a 180%, a previsão é que a subvenção seja de R$ 336 mil em 2019 e até R$ 352.800 em 2020.

O projeto de lei permitindo o aumento do repasse foi apresentado pelo Poder Executivo e deu entrada na Casa no início de agosto, passando por avaliação das comissões permanentes antes de ser votado nos dois turnos pelos vereadores.

Na justificativa do projeto, a administração municipal informou que o aumento possibilitará à Associação Ilumina a realização de serviços de mamografia, exames de Papanicolau, cirurgias ambulatoriais de pele, triagem e biópsia do câncer de boca, além de consultas, realização de curativos pós-cirúrgicos, acolhimento, tratamento (de baixa complexidade) e sessões de terapia.
Com o recurso, a entidade também prevê realizar atendimentos oncológicos médico ambulatorial e multidisciplinar. O subsídio poderá ser aplicado ainda no ambulatório de enfermagem, no desenvolvimento do programa Amigos da Saúde e do Grupo Anti-tabagismo.

Outro ponto citado na justificativa do projeto de lei é que o trabalho realizado pela Associação Ilumina se destina ao atendimento de pacientes em fase de diagnóstico e daqueles já diagnosticados com câncer, com atuação em serviços de baixa complexidade, tais como consultas, realização de curativos pós-cirúrgicos, acolhimento, tratamento e sessões de terapia. A promulgação da lei foi publicada na edição de anteontem do Diário Oficial do Município e – de acordo com o texto – a legislação entrará em vigor a partir da data de publicação.

Está em andamento a construção do Hospital Ilumina de Prevenção e Diagnóstico Precoce do Câncer, no loteamento Altos do Taquaral, na Pompeia. As obras estão em ritmo acelerado. A intenção é reduzir de 80% para 10% o diagnóstico tardio da doença. A unidade está em uma área de 10 mil metros quadrados, na rua Arduce Honório de Aguiar, s/n.

(Beto Silva)