Prefeitura começa 2ª etapa de obra com demolição da fonte

Espaço era referência para quem vinha até o centro; intervenção foi autorizada pelo Codepac. (foto: Claudinho Coradini/JP)

A prefeitura iniciou ontem a segunda etapa de revitalização da Praça José Bonifácio, no centro. Se na primeira etapa o foco foi melhoria da iluminação, pisos e remoção de dejeto de pombas, agora, as ações serão a desativação da fonte – obra aprovada pelo Codepac (Conselho de Defesa do Patrimônio Cultural de Piracicaba) –, reconstrução do piso e demolição parcial do canteiro onde fica o playground, onde serão instalados novo piso emborrachado e novos brinquedos.

O investimento é de R$ 221.304,98. Segundo a Sedema (Secretaria de Defesa do Meio Ambiente), a praça também vai ganhar novas luminárias, reforma e tratamento das muretas, além da troca dos brinquedos de playground das crianças. Stefane Trevisan, de 24 anos, não vê a hora que troquem os brinquedos de playground. “As crianças estão parando de vir brincar aqui.

Os brinquedos estão se deteriorando, as mães ficam com medo e não deixam as crianças brincarem aqui mais. É muito triste isso”, lamentou. De acordo com a Sedema, ainda será instalada uma central de recreação, formada por torres com coberturas em forma de pirâmide, passarelas com assoalhos em madeira plástica e proteção tubular, escorregador duplo, tobogã em plástico, teia de aranha, balanço, escada, parede de escalada vertical e rampa.

Além disso, também serão instalados balanço duplo com assento especial, carro táxi com mola dupla e balanço com mola de 4 lugares. As crianças com deficiência também terão equipamentos especiais.

Alejandro Fernandes, de 61 anos, aprovou a ação. “Antigamente, quando eu e minha mulher vinhamos passear aqui, nós adorávamos sentar no banco para ver as crianças brincarem. Infelizmente, hoje você não vê mais ninguém no parquinho. É muito triste.

Fico na torcida que com essa mudança, elas voltem”. Já Nair Pascoalin acha válido a ideia de revitalização, porém reclamou da demora da prefeitura em realizar a obra. “Falam, falam, mas até agora não fizeram nada. Muita coisa tem que ser melhorada. Eu tive a doença do pombo por falta de limpeza e até agora isso não foi resolvido totalmente, aqui ainda tem pombos.

Não trago meu neto para brincar aqui porque o parquinho está em péssimas condições. Sem contar a iluminação, que é muio ruim e tem que ser vista com urgência. Muita gente deixa de vir na praça a noite porque ela não é bem iluminada”, relatou.

Marcelo Uliana
[email protected]