Prefeitura inicia obras de recuperação da estrada da Ceasa

prefeitura Na próxima semana Semuttram adotará o sistema de tráfego Pare e Siga. Foto: Amanda Vieira/JP.

A Prefeitura de Piracicaba iniciou ontem (6), as obras no trecho de 4 km da via de acesso SPA-155/308, conhecida como estrada da Ceasa, atual Ceagesp (Companhia de Entrepostos e Armazéns Gerais de São Paulo), que liga a rodovia do Açúcar (SP-308) à rodovia Cornélio Pires (SP-155). O investimento é de R$ 4.299.865,02, por meio de convênio entre a prefeitura e o governo do estado, aprovado pela Câmara de Vereadores. A assinatura do convênio contou com a articulação do deputado estadual Roberto Morais (PPS). As obras, realizadas pela DNP (Terraplanagem e Pavimentadora Foresto), empresa vencedora da licitação, inicialmente concentram-se no acostamento, sentido Ceagesp-Rodovia Cornélio Pires. A previsão de conclusão é para agosto de 2019. Nesta etapa, o tráfego na rodovia ainda não foi afetado, considerando que as máquinas preparam o solo para obras de drenagem. Mas ainda na primeira quinzena deste mês, os desvios no trânsito serão necessários.

Segundo Jorge Akira, secretário da Semuttran (Secretaria Municipal de Trânsito e Transportes), o sistema de tráfego adotado será o Pare e Siga, com a paralisação de uma das pistas em trecho de 300 metros por vez. “A responsabilidade dos desvios é da empresa, mas a Semuttran vai fiscalizar. Não podemos interditar totalmente a estrada porque ela é a ligação entre duas importantes rodovias. Vamos trabalhar para causar o menor transtorno possível aos motoristas”, informou Akira.

O pavimento da SPA-155/308, destacou Vlamir Schiavuzzo, secretário municipal de Obras, será totalmente refeito no trecho de 4 km, com obras de drenagem incluídas. Serão realizadas a manutenção do acostamento e toda a sinalização horizontal e vertical da via. Arthur Ribeiro, diretor-presidente do Ipplap (Instituto de Pesquisas e Planejamento de Piracicaba), lembrou que a recuperação do pavimento era reivindicação antiga. “Tivemos várias reuniões com governo do estado e Artesp (Agência de Transporte do Estado de São Paulo). Agora o governo aportou esse convênio e nós começamos a obra”, salientou Ribeiro.

O prefeito Barjas Negri (PSDB) comemorou o início das intervenções e ressaltou que a estrada é um corredor muito importante para os permissionários e usuários em geral da Ceagesp. “A estrada, hoje, apresenta muitos problemas, como asfalto e acostamento ruins, o que oferece risco aos permissionários e consumidores do entreposto da Ceagesp que circulam por ela. Essas pessoas merecem uma rodovia que lhes ofereça segurança e isso, enfim, vai se tornar realidade”, enfatizou.

Entre os que mais sentiam os problemas da estrada, estão os permissionários da Ceagesp. “A recuperação vai trazer mais segurança e também mais gente ao entreposto, porque as condições da estrada limitavam novos entrantes”, garante Marcos Ludovico Valentini, gerente da Ceagesp.

(Eliana Teixeira)