Prêmio ArcelorMittal reconhece escolas de Piracicaba e Iracemápolis

“EM Enedina L. Vieira”, 2º lugar na categoria Mirim II. (Foto: Bolly Vieira)

Foi realizada na tarde de segunda-feira (18), no Teatro do Engenho Central, a premiação da 25ª Edição do Prêmio ArcelorMittal de Meio Ambiente, junto as escolas do ensino fundamental dos municípios de Piracicaba e Iracemápolis, com o tema Meio Ambiente e Ciência: Água, economizar para não faltar.

Participaram desta edição 32 escolas, com 7863 alunos e 686 professores, sendo 23 projetos entregues. Para a premiação foram selecionados três projetos de cada categoria: Cientista Mirim I, Cientista Mirim II, Cientista Jovem I e Cientista Jovem II. Os estudantes ganharam medalhas de reconhecimento e as escolas premiadas em primeiro lugar receberam o valor de R$2,5 mil, R$ 1mil e R$500, para os classificados de primeiro, segundo e terceiro lugares, respectivamente.

O sucesso deste projeto está pautado na parceria com a prefeitura, diretoria de ensino e escolas. O tema deste ano nos traz a reflexão de que precisamos nos reeducar todos os dias quanto ao consumo consciente deste recurso”, afirma Paulo Raso, gerente de RH da ArcelorMittal Piracicaba.

Para a secretária de Educação de Piracicaba, Angela Correa, o desafio assumido resultou em projetos inspiradores “As ideias refletem o engajamento das nossas crianças, que são as grandes fiscais do meio ambiente”, confirma.

O projeto, que é desenvolvido há 28 anos pela Fundação ArcelorMittal Brasil, tem o objetivo de promover a conscientização sobre as questões ambientais, de forma a contribuir para que estudantes e educadores estejam mais bem preparados e motivados para interagir e preservar o Meio Ambiente.

VENCEDORES

Na categoria Cientista Mirim I venceram as escolas E.M. Dulcídia Rivaben, de Iracemápolis; E.M. Profª Vilma Leone Dal Pogetto e E.M. Enedina Lourenço Vieira, de Piracicaba. Já na categoria Cientista Mirim II, ganharam as escolas E.M. Dulcídia Rivaben; E.M. Enedina Lourenço Vieira e E.M. Padre Pedro Baron, de Piracicaba. Na categoria Cientista Jovens I, os vencedores foram E.E. Francisco Mariano da Costa, E.E. APAF e E.E. Mellita L. Brasiliense. E na categoria Cientista Jovens II se consagraram as escolas E.E. Mellita L. Brasiliense, E.E. APAF, e E.E. Benedicto Evangelista da Costa.

Da Redação