Preso homem ligado a miliciano Curicica, investigado no caso Marielle

Preso homem ligado a miliciano Curicica, investigado no caso Marielle
Fonte: Agência Brasil

A Polícia Civil prendeu, nesta terça-feira (18), um homem suspeito de ligações com o miliciano Orlando Curicica, apontado como envolvido na morte da vereadora Marielle Franco e de seu motorista Anderson Gomes, mortos em 14 de março deste ano.

Renato Nascimento Santos, conhecido como Renatinho Problema, foi preso no município de Guapimirim, na Baixada Fluminense, por agentes da 82ª Delegacia de Polícia (Maricá), comandada pela delegada Carla Tavares. De acordo com os policiais, a prisão ocorreu por conta de investigação de homicídio conduzida pela Delegacia de Homicídios da Capital.

Carla Tavares disse, em entrevista a jornalistas, que Renatinho Problema contou ter sido motorista de Curicica, apontado por uma testemunha do caso como responsável pelas mortes de Marielle e Anderson. Curicica, que está preso em presídio federal no Rio Grande do Norte, nega participação no crime.

A Polícia Civil negou, em nota publicada na sua página na internet, que a prisão de Renatinho Problema tenha relação com a morte de Marielle. “O referido mandado não é referente ao inquérito do caso Marielle e Anderson. Outro homem que estava com Renato também foi preso por porte ilegal de arma de fogo.”

Renatinho Problema deverá prestar depoimento nesta quarta-feira (19) na Delegacia de Homicídios.

Preso homem ligado a miliciano Curicica, investigado no caso Marielle