Primavera chega trazendo chuva

Com menor incidência do fenômeno El Niño, estação chega prometendo 30mm de chuva em 2 dias. (Amanda Vieira/JP)

A primavera chegou em todo o país ontem e em Piracicaba a estação começa chuvosa, pelo menos nos próximos dois dias já que a previsão aponta para 30 milímetros de chuva, segundo as informações do site Climatempo.

De acordo com o agrometeorologista da Esalq/USP, Felipe Pilau, a nova estação não deve fugir a normalidade, porém recebe os efeitos do fenômeno climático El Niño que afeta as condições metrológicas. “O fenômeno não está mais atuante como foi no inverno, então há uma tendência de normalidade na primavera na nossa região”, disse.

De acordo com Pilau, se acontecerem os 30 mm de chuva, como previsto, a situação de seca será amenizada. “A chuva deve ‘lavar’ a atmosfera e tirar grande parte das partículas de poluição que estão suspensas no ar”, disse.

O agrometeorologista enfatizou que é visível ver a melhora na vegetação, pois a mudança no clima faz com que a umidade do solo aumente e as árvores e demais plantas ganham nova folhagem. “Nos meses de setembro e outubro é comum que se sejam de bastante chuva, o que também deve possibilitar a melhora de qualidade de vida bem como iniciar a recuperação da vazão do rio Piracicaba”, aponta Pilau.

Segundo o especialista da Esalq, nessa época de transição de inverno para a primavera é comum que algumas frentes frias entrem em nossa região com um pouco mais de força, “mas a partir de outubro isso não é comum acontecer. As características dessa primavera serão as temperaturas mais altas e as chuvas constantes”, completou Pilau.

INVERNO

Apesar de a impressão de que o inverno deste ano foi “atípico”, conforme lembrou Felipe Pilau, a estação pode ser considerada normal. “O que nós tivemos agora em setembro, foi uma onda de calor e que, em função da baixa umidade e temperaturas mais elevadas do que normal, causaram esta situação de muito frio e muito calor. Porém, nada saiu da normalidade”, pontua.

O pico de calor de setembro ocorreu no último dia 12 e acalçou 38,1°C, mas se comparar com os últimos 20 anos, a média foi de 36°C.

O pico de calor das últimas semanas está ligado a troca de estações. Este período tem mais energia, radiação solar o que fazem as frentes frias chegarem com menos intensidade, promovendo o aumento da temperatura”, concluiu Pilau.

Isabella Ercolin
[email protected]