ProAC garante R$ 300 mil a projetos culturais na cidade

Cada projeto receberá prêmios de até R$ 25 mil; Assinatura ocorreu na tarde de ontem. (Foto: Amanda Vieira / JP)

Doze projetos culturais de artistas de Piracicaba serão financiados pelo ProAC Municípios. Trata-se de projetos inéditos que promovem bens, produtos e serviços culturais, aprovados por Comissão de Seleção constituída pela Secretaria Municipal da Ação Cultural e Turismo. O valor total do repasse será de R$ 300 mil, sendo R$ 50 mil contrapartida do município. Cada projeto receberá prêmios de até R$ 25 mil. A assinatura aconteceu na tarde de ontem.

Os projetos escolhidos apresentam objetivos conforme prevê edital: fomentar o processo criativo e as práticas de manifestação da cultura tradicional e popular; provocar e promover experiências criativas e inovadoras nas diversas áreas e segmentos culturais e para todos os tipos de público; impulsionar a criação autoral e de linguagem nas diversas áreas e segmentos; preservar e difundir ações de valorização do patrimônio cultural imaterial; promover pesquisa, mapeamento, ações educativas, formação, capacitação, transmissão de saberes e muito mais.

Para o proponente Marcos Antônio Azevedo de Souza, essa é uma oportunidade de levar arte para todas as regiões da cidade. “Com o incentivo do financiamento, poderemos desenvolver muitas atividades no segmento cultural e contemplar boa parte da população com os nossos projetos”.

Foram aprovadas propostas de produtores culturais nas áreas de artes cênicas; música; artes visuais; audiovisuais; livro/literatura; memória cultural (patrimônio cultural material e imaterial); artes integradas (projetos que envolvam linguagens artísticas e movimentos culturais); turismo cultural (roteiros organizados e direcionados para conhecimento e lazer com elementos de cultura local); proteção e promoção das culturas negras (atividades, eventos ou apresentações de manifestações culturais afro-brasileiras); promoção das manifestações culturais com temática LGBT (atividades voltadas à promoção da visibilidade e referência de direitos). As atividades independentes serão realizadas em espaços públicos, de fácil acesso e ampla circulação que preveem condições de acessibilidade para pessoas com deficiência.

Os projetos inéditos que serão realizados em 90 dias a contar do recebimento do recurso, contemplam peças teatrais, espetáculos de dança, música, laboratório de gravuras, impressões de livros, workshop, exposições, produção de vídeo e novas mídias, oficinas, patrimônio cultural material e imaterial.

 

INSCRIÇÕES
As inscrições para pessoas físicas ou jurídicas foram oferecidas no período de abril e maio deste ano. O Edital ficou disponível nas páginas da Prefeitura, SemacTur e Conselhos. Ao todo foram inscritos 27 projetos, dos quais 22 habilitados e doze selecionados.
Para contribuir com os interessados, o auditório do Museu Prudente de Moraes sediou um encontro de tira dúvidas e um curso de formação sobre políticas públicas na área de projetos culturais.

 

da Redação