Projeto Segurança Presente chega a mais dois bairros do Rio

Projeto Segurança Presente chega a mais dois bairros do Rio
Fonte: Agência Brasil

Mais dois bairros do Rio de Janeiro farão parte do projeto Segurança Presente, que prevê o reforço do patrulhamento de rua. A intenção é reduzir a criminalidade dos bairros da Tijuca, na zona norte, e de Ipanema, na zona sul.

Na Tijuca, o projeto garantirá o reforço de policiamento com mais 30 agentes, entre Policiais Militares (PMs) da ativa e da reserva, agentes das Forças Armadas e assistentes sociais. O patrulhamento será feito na Praça Saens Peña e em seu entorno, das 8h às 20h.

O coordenador do projeto Tijuca Presente, major Moisés Hora, explica que o objetivo é, posteriormente, ampliar a atuação por todo o bairro, mas primeiro o trabalho será feito em pequenos módulos. Após a redução de criminalidade desta pequena área, mais locais devem receber os agentes.

“O objetivo inicial, já de pronto, é melhorar a sensação de segurança para as pessoas que circulam naquela área e, conforme o trabalho for avançando, a gente quer começar a colher os resultados efetivos que seriam a redução dos índices criminais, sobretudo os crimes de rua, que seria furto e roubo”, explica.

Os agentes da Tijuca Presente fazem o patrulhamento com carros, motos, bicicletas e, principalmente, a pé. “A gente vai mesclando esses tipos de policiamento conforme a complexidade do bairro, mas o foco sempre será o policiamento a pé porque acreditamos que é a forma mais eficaz para a gente ter um contato direto com o morador, com o usuário do bairro, com os comerciantes”, disse.

Ele também reforça que ação da Segurança Presente é um apoio ao trabalho da Polícia Militar. Os crimes mais complexos são responsabilidade dos batalhões de polícia.

Além da Tijuca e de Ipanema, outros bairros do Rio de Janeiro já contam com o projeto Segurança Presente. O pioneiro é o Lapa Presente, iniciado em 2014. A iniciativa também está no Centro da cidade; no Méier, na zona norte; e Flamengo, Lagoa e Leblon, todos na zona sul.

*Estagiária sob supervisão de Vitor Abdala
 

Projeto Segurança Presente chega a mais dois bairros do Rio