Promoção de Vendas nas redes sociais

A promoção de vendas está associada a campanhas cujo objetivo é fomentar a comercialização de determinados produtos ou serviços. As empresas utilizam essa ferramenta para posicionar um produto no mercado e atrair o interesse dos consumidores. Ela pode impulsionar as vendas em curto prazo e incrementar sua participação no mercado em longo prazo. Uma promoção bem elaborada pode ajudar a quebrar a lealdade/fidelidade do cliente em relação aos concorrentes, visto que ele fará opção por essa campanha. Além disso, pode reduzir a sazonalidade das vendas e incentivar o cliente a experimentar um produto novo na fase de sua introdução no mercado. Fazer promoções e usar uma linguagem divertida nas redes sociais podem ser estratégias para gerar empatia e se aproximar do consumidor de uma marca. Por outro lado, gírias em excesso e falta de personalidade irritam os consumidores nesses espaços virtuais. Desse modo, muitas marcas, apesar de terem a melhor das intenções, acabam aborrecendo o consumidor, em vez de cativá-lo. Estudos sobre posicionamento de marcas nas redes sociais apontam que sete a cada dez usuários já deixaram de seguir uma marca, porque se sentiram constrangidos e não queriam ser associados a marcas antiquadas ou ridículas. O que mais chateia os respondentes é postagem de muitas promoções, uso de jargões, falta de personalidade nos perfis e baixa taxa de resposta das marcas nas redes. Para evitar erros na comunicação, é recomendável criar uma personalidade para marca on-line, ter bem definidos a missão, os pilares de conteúdo e o segmento-alvo a ser atingido. Não adianta apenas tentar convencer o público jovem de que seu produto é “dá hora”. É necessário ser verdadeiro em toda a comunicação da marca e dos valores da empresa. Nesse sentido, deve-se ter atenção para não errar a mensagem, o que pode caracterizar um antimarketing. É muito comum verificar uma comunicação nas redes sociais não planejada, em que se desconsidera a importância de segmentar o mercado para estabelecer o diálogo. O uso de um jargão alcançará resultado positivo se for direcionado a um público que o aceite e o tenha presente em seu dia a dia. Entre os vários fatores que levam as pessoas a parar de seguir uma marca estão o excesso de ações promocionais, informações irrelevantes nas redes sociais e a marca não responder às mensagens. As pessoas deixam de seguir uma marca, principalmente as do público mais jovem, porque esta deixou de “falar” com elas. Por exemplo: uma marca com forte posicionamento no empoderamento feminino faz uma chamada completamente contra tal posicionamento e, por isso, acaba perdendo seu público, que deixa de segui-la. Isso demonstra que as pessoas não aceitam comunicação ruim em qualquer meio. É importante ressaltar que, nas redes sociais, o fato é comentado no ato, um post malfeito repercutirá imediatamente. Basta um clique para dizer que odiou ou amou o que viu. Não adianta meramente desenvolver mensagens sem planejamento, porque os resultados serão mais negativos do que positivos. Deve-se primeiramente ter um planejamento de marketing bem elaborado e com foco definido, para depois trabalhar a comunicação nas redes sociais. Muitas marcas as utilizam para criar ações promocionais, campanhas e sorteios, a fim de divulgar seus produtos e/ou serviços. Infelizmente, por falta de informação ou de uma boa estratégia, nem todas as ações promovem um retorno satisfatório, e isso faz com que algumas empresas desistam delas ou, então, continuem a fazer promoções e sorteios, promovendo-se somente dessa forma.