Queimadas preocupam moradores do Jd. São Francisco

Segundo a PM Ambiental, fiscalização é constante e que proprietários de terras podem ser multados. (foto Claudinho Coradini/Arquivo/JP)

O clima seco registrado nos últimos dias têm preocupado a população com relação aos problemas relacionados à saúde. A situação piora com as queimadas praticadas em alguns pontos de Piracicaba, principalmente nos bairros localizados próximos aos canaviais. Nesses locais, a época é propícia para as queimadas clandestinas.

Moradores do bairro Jardim São Francisco, próximo ao condomínio Paineiras e Ondas do Piracicaba. Segundo uma moradora, que pediu para não ser identificada, ontem à tarde começou uma queimada no canavial próximo ao Canil e a região foi atingida pela fuligem. “Toda semana está ocorrendo queimadas aqui na região, a polícia precisa intensificar a fiscalização”, afirmou.

O tenente Jatobá (nome de farda), da Polícia Militar Ambiental, disse que a fiscalização é feita constantemente. Ele explicou que o trabalho é feito por meio de apoio mútuo entre as usinas, os proprietários de terras e a polícia.

O policial explicou que tanto as usinas como os proprietários de terras arrendadas devem apresentar um plano de prevenção de incêndios. Na ocorrência de queimadas, a polícia avalia as causas e a existência desse plano isenta os responsáveis pelas terras da responsabilidade pela queimada. Caso contrário, é gerado o documento denominado nexo de responsabilidade objetiva, no qual é atribuída ao proprietário das terras a responsabilidade pelo incêndio. Dessa forma, o responsável é autuado a partir da avaliação da PM Ambiental.

Os produtores e proprietários são responsáveis em cuidar para que não ocorra o incêndio “, afirmou o tenente.

Segundo o militar, o trabalho da Polícia Militar Ambiental engloba as cidades da região de Piracicaba, em várias outras ações relacionadas ao meio ambiente, como a pesca irregular, maus tratos a animais, caça predatória, entre outras ocorrências relacionadas a crimes ambientais.

Beto Silva
beto.silva@jpjornal.com.br