Rapaz de 22 anos agride namorada e amiga

PC Fachada da Delegacia de Defesa da Mulher. ( Foto: Divulgação)

A Guarda Civil prendeu um rapaz de 22 anos acusado de agredir a namorada, uma adolescente de 15 anos, e a amiga dela, de 25 anos, com um canivete, após uma discussão, ontem à tarde, no bairro Novo Horizonte, em Piracicaba (SP). Ele foi levado para a DDM (Delegacia de Defesa da Mulher) e autuado em flagrante sob acusação de violência doméstica. As duas vítimas com ferimentos nas mãos foram levadas à UPA (Unidade de Pronto-Atendimento) Frei Sigrist, na Vila Cristina.

De acordo com os GCs, o suspeito alegou que começou a discutir com a namorada, porque teria descoberto uma mentira. As vítimas informaram que o rapaz passou a ficar mais alterado e tentaram correr para dentro de casa para se protegerem, mas ele atacou a adolescente com um canivete. A amiga foi atingida ao tentar protegê-la. Os guardas da Patrulha Maria da Penha localizaram o suspeito no interior de sua residência, onde admitiu que agrediu as vítimas. O canivete não foi localizado.

MARIA DA PENHA — Um desempregado de 38 anos foi preso após tentar agredir a esposa, na frente dos policiais militares, na residência do casal, no bairro São Jorge, anteontem à noite. De acordo com a PM, os vizinhos teriam ouvido os gritos da mulher e entraram em contato com a Corporação. Quando os PMs chegaram na frente da casa, teriam ouvido os gritos da vítima. Assim que entraram na residência flagraram o momento em que o agressor segurava o pescoço da mulher. Mesmo os policiais mandando que ele soltasse a vítima, o acusado teria resistido e só soltou-a após a intervenção da PM. A mulher foi levada ao plantão policial para depoimento. Ela teria informado que a discussão começou por ciúmes. Em seguida, passou a ficar agressivo e quebrou vários móveis da residência.

(Cristiani Azanha)