Refinaria de Paulínia prepara retomada da produção após incêndio

Refinaria de Paulínia prepara retomada da produção após incêndio
Fonte: Agência Brasil

A Petrobras prepara a retomada da produção nas unidades da Refinaria de Paulínia (Replan) que não foram atingidas pelo incêndio da madrugada da última segunda-feira (20). A processo produtivo deve ser reiniciado nos próximos dias.

O incêndio atingiu parte de uma das unidades de craqueamento catalítico e da unidade de destilação atmosférica, que fazem parte do processo de refino de petróleo. Por medida de segurança, a produção foi preventivamente paralisada em toda a refinaria.

Segundo a companhia, a entrega de produtos em estoque às distribuidoras foi retomado no dia seguinte ao incêndio (21). “A empresa conta com estoques da própria refinaria e com a produção das demais para garantir a oferta de combustíveis aos clientes.”

Em nota divulgada ontem (23), a estatal reafirmou que não houve feridos no incêndio e reforçou seu compromisso com a segurança em operações e instalações, adotando padrões da indústria mundial de petróleo.

Impacto financeiro

A capacidade total da refinaria de Paulínia é de 415 mil barris por dia. A Petrobras informou que ainda não é possível prever a retomada da operação nas unidades afetadas. “A empresa não estima impactos financeiros relevantes, mesmo com  remanejamento da produção de outras refinarias, reforma das unidades atingidas e eventual importação de derivados, se necessária”.

De acordo com a estatal, uma comissão interna está investigando as possíveis causas do acidente e os resultados serão divulgados à imprensa e ao mercado.

Refinaria de Paulínia prepara retomada da produção após incêndio