Reitor da UFRJ se reúne com presidente da Câmara

Reitor da UFRJ se reúne com presidente da Câmara
Fonte: Agência Brasil

O reitor da Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ), Roberto Leher, disse hoje (4), em Brasília, que está trabalhando com o Ministério da Educação na reformulação do sistema de proteção contra incêndio do Centro de Ciências da Saúde e do Instituto de Química da instituição: “são hoje áreas que consideramos mais vulneráveis”.

O presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia, e o reitor da Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ), Roberto Leher, durante reunião com o diretor do Museu Nacional e parlamentares do Rio de Janeiro.

O presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia, e o reitor da Universidade Federal do Rio de Janeiro, Roberto Leher, durante reunião com o diretor do Museu Nacional e parlamentares do Rio de Janeiro. – Marcelo Camargo/Agência Brasil

Segundo o reitor, é uma medida de ação imediata. “Estamos tentando fazer a liberação dos recursos para que possamos iniciar isso ainda em 2018 e concluir ao longo de 2019”, explicou. Ele ressaltou que, dentro das possibilidades orçamentárias, a universidade segue buscando formas de prevenção em diversas edificações.

Leher se reuniu com o presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), e a bancada fluminense no Congresso para discutir alternativas emergenciais na tentativa de recuperar o Museu Nacional, destruído por um incêndio na noite de domingo (2). Os dois saíram juntos da Câmara do Deputados para o Palácio do Planalto, para uma reunião com o presidente Michel Temer e os ministros da Educação, Rossieli Soares, e da Cultura, Sérgio Sá Leitão.

De acordo com Maia, há uma unidade da bancada em apoio às soluções para recuperação do museu que venham a ser encaminhadas pelo Executivo, assim como aquelas que possam ser previstas no orçamento de 2019, como emenda de bancada. “Vamos construir, em conjunto. as soluções emergenciais e soluções de médio e longo prazo em relação à manutenção desses equipamento que são tão importantes a todos nós, e de outros equipamentos também”, disse.

Maia contou ainda que há propostas como a instalação de uma comissão, junto com órgãos de fiscalização, para se avaliar de forma permanente a condição de cada um dos museus do Brasil.

Reitor da UFRJ se reúne com presidente da Câmara