RJ: casos de intolerância religiosa aumentam 60% no primeiro semestre

RJ: casos de intolerância religiosa aumentam 60% no primeiro semestre
Fonte: Agência Brasil

Os casos de intolerância religiosa no estado do Rio de Janeiro aumentaram 60% no primeiro semestre de 2018, de acordo com o secretário de estado de Direitos Humanos, Átila Alexandre Nunes. Ao comentar hoje (25) o assassinato do babalorixá Leandro Souza de Jesus, de 32 anos, Nunes falou sobre a importância de se descobrir o quanto antes se a motivação do crime foi religiosa.

“É preciso saber o quanto antes se a motivação deste crime foi religiosa ou não. Casos de intolerância religiosa não podem ficar impunes. O estado do Rio de Janeiro registrou um aumento de 60% no número deste tipo de crime no primeiro semestre de 2018 em relação ao ano anterior. Ano passado atendemos 30 denúncias entre janeiro e junho. Este ano o número passou para 48 no mesmo período”.

O babalorixá foi assassinado em seu terreiro de candomblé, no final da noite desta quarta-feira (24), em Nova Iguaçu, na Baixada Fluminense. De acordo com testemunhas, cerca de 50 pessoas participavam de uma cerimônia religiosa no terreiro quando, por volta das 22h30, dois homens vestidos com capas de chuva e usando capacetes chegaram ao local. Um deles disparou cinco vezes contra Leandro Souza. Os criminosos fugiram em seguida.

Na manhã de hoje (26), familiares da vítima estiveram no Instituto Médico-Legal (IML) de Nova Iguaçu para liberar o corpo.

A Secretaria de Estado de Direitos Humanos e Políticas para Mulheres e Idosos do Rio de Janeiro acompanha e auxilia a investigação do caso. O órgão atua em parceria com a Secretaria de Promoção da Igualdade Racial do Município de Nova Iguaçu, que também trata de questões de liberdade religiosa, para proteger possíveis testemunhas do crime. A secretaria acompanha a investigação do caso junto à Divisão de Homicídios da Baixada Fluminense, bem como a Secretaria de Estado de Segurança Pública.

 

 

RJ: casos de intolerância religiosa aumentam 60% no primeiro semestre