Rocam realiza treinamento de pilotagem em autódromo

Vinte e oito policiais militares da Rocam (Ronda Ostensiva com Apoio de Motocicletas) iniciaram ontem mais um treinamento no ECPA (Esporte Clube Piracicabano de Automobilismo), que fica próximo à Estrada Velha de Tupi. Segundo o capitão da PM, Nícolas Eduardo Gama, a instrução será realizada em duas turmas. O objetivo é fazer o aprimoramento das técnicas utilizadas pelos integrantes da equipe da corporação, considerada como de elite. Os policiais da Rocam são treinados para atuarem em situações consideradas mais graves, principalmente quando envolvem acompanhamentos à criminosos. “Durante as atividades, temos ciência que o próprio corpo do policial é o primeiro a ser atingido ou sofrer lesões durante um eventual acidente. O que pretendemos aqui é melhorar as técnicas utilizadas não somente para conseguirmos uma abordagem com sucesso, mas que também seja realizada com segurança para o policial”, disse o capitão.
 
Segundo ele, a instrução está sendo realizada pelos pilotos da Yamaha Brasil e foi escolhido o autódromo devido à estrutura que se adequa as necessidades desse tipo de treinamento. Os integrantes da Rocam contam com a agilidade das motocicletas durante a fiscalização preventiva e ostensiva realizada pela corporação, pois na maior parte dos casos envolvendo furtos e roubos, por exemplo, os criminosos utilizam as motos como veículos de fuga.
 
Pensando nisso, a corporação também utiliza a Rocam no apoio a operações como Saturação e Cavalo de Aço, que são realizadas em dias e locais alternados em vários pontos da região. “Os criminosos utilizam as motocicletas para entrarem em vielas, em comunidades, ou para realizarem ultrapassagem no trânsito. A Rocam consegue e está preparada para fazer uma abordagem nas mesmas condições”, acrescentou o capitão.
 
Em janeiro deste ano, a Rocam conseguiu impedir o furto de uma motocicleta nas proximidades da pista de skate localizada à avenida Doutor Paulo de Moraes. Os dois suspeitos já tinham conseguido sair com o veículo, mas acabaram sendo abordados pelos PMs. Um dos envolvidos tinha 18 anos e o outro era um adolescente de 17 anos.
 
Ambos foram encaminhados na ocasião ao plantão policial, onde o maior foi autuado em flagrante sob acusação de furto e corrupção de menores. Já o adolescente foi liberado ao responsável.