Saiba como agir em entrevista de emprego

carreiras Manter a calma e demonstrar interesse são fundamentais na hora da conversa com recrutador. (Foto: Freepik)

Para quem participa de processos seletivos, nada melhor que ser chamado para uma entrevista pessoal com o recrutador ou com um gestor, mas, como se sair bem nessa etapa tão importante, que pode ser a porta de entrada para o mundo do trabalho? Antes de tudo é essencial entender o processo. A entrevista consiste em uma conversa entre duas ou mais pessoas com o objetivo de esclarecer informações do currículo do candidato. O selecionador poderá analisar as informações e, também, avaliar suas atitudes, preferências e opiniões a respeito de determinado assunto, conforme Luiz Gustavo Coppola, superintendente de Atendimento do CIEE (Centro de Integração Empresa-Escola). Ele falou que é importante manter a calma, pois o nervosismo e ansiedade são fatores avaliados. “Seja firme nas respostas, fale com clareza e objetividade”, instruiu.

Também é imprescindível, segundo Coppola, que o candidato faça o dever de casa, ou seja, pesquise informações sobre a empresa e o mercado, e, se for o caso, sobre o currículo do entrevistador. “Se você chegou até a entrevista, é porque tem algo a oferecer a empresa. Então, essa é a hora de demonstrar interesse, mostrar que deseja aprender e crescer na função e que pode ser uma ótima adição ao quadro”, falou.

Confira outras atitudes que, de acordo com Luiz Gustavo Coppola, são positivas na hora de encarar uma entrevista de emprego para estágio ou aprendizado:

Seja pontual
Calcule seu trajeto de casa até o local da entrevista considerando eventual trânsito e saia mais cedo para garantir a pontualidade.

Sinceridade e honestidade
Seja você mesmo e seja o mais honesto possível. Pode ser tentador soltar uma mentira ou aumentar alguma qualidade, mas lembre-se: o entrevistador é um profissional treinado e capaz de perceber a falta de verdade em alguém.

Vista-se de acordo
Não existe um único código de vestimenta que seja recomendado para entrevistas. Isso porque o jeito de se vestir pode variar de uma empresa para outra, de acordo com o ambiente de trabalho. Por exemplo: um ambiente mais sério, como um banco, um órgão público ou um escritório de advocacia, exige terno e blazer, sapatos sociais e itens formais. Uma agência de publicidade ou uma startup, por outro lado, tendem a apresentar uma política mais casual de vestimenta. O importante é se vestir de acordo com o local para o qual se candidatou.

Boas práticas, já!
Nunca é demais lembrar, mas sabe aqueles ensinamentos básicos? Seja educado, usando “bom dia”, “obrigado”, “por gentileza” com qualquer colaborador que encontrar. E, por fim, evite chicletes e balas no momento da entrevista, cuidado com a postura corporal e mantenha o telefone celular desligado.

 

(Da Redação)