Sambagroove faz show gratuito no Sesc hoje

A Escola Bauhaus sedia, a partir das 20h de hoje, a exposição de pintura acrílica sobre tela Luz, Cor e Movimento, que ficará disponível para visitação gratuita até 31 de março. A mostra, de autoria do artista plástico rio-clarense Danilo Heleno Mônaco, membro da Apap (Associação Piracicabana dos Artistas Plásticos), é composta por 12 telas de diferentes tamanhos e tem curadoria de Andre Drokan.
 
 
Conforme Mônaco, as obras expostas foram criadas para trabalhar a percepção das pessoas sobre movimentos de cores e realce de tonalidades, a partir da incidência da luz. O artista falou que o destaque da mostra é a obra denominada Circula Cor, em que as bolas e círculos ocupam os espaços com movimentos delicados, marcando uma trajetória dos volumes e se alterando em curto espaço de tempo como um “bailado harmonioso”.
 
 
Para ele, a percepção é o que interage com as composições. “Em Circulando, a percepção se dá com a incidência da luz sobre a superfície pintada, causando uma sensação de movimento que interfere nas tonalidades. Nesse trabalho, utilizo um holofote de cores (RGB), que vão acender e apagar de acordo com o programado. Espero que os expectadores tenham suas próprias sensações”, explicou, acrescentando que a intenção é representar a sensação acelerada do tempo.
 
 
Também serão apresentados os trabalhos intitulados Humanóides, nos quais o artista faz fusão de homem e máquina e alusão aos dias atuais. Segundo Mônaco, a percepção fica aguçada para projetar sonhos e realidade do cotidiano, uma reflexão entre o passado e o futuro. “Devido à correria do cotidiano, as pessoas se transformaram em máquinas. Os humanóides, na minha concepção, representam isso. As figuras, na obra, são inquietas e dinâmicas, mostradas pela incidência da luz”, disse o artista, que é bacharel em artes plásticas pela Faap (Fundação Armando Álvares Penteado) e participa frequentemente de exposições coletivas e salões de artes nacionais e internacionais.
 
 
Coordenadora da Escola Bauhaus, Bruna Carvalho Caritá comentou que esta é a segunda vez que Mônaco expõe no local. “O Danilo é um grande amigo. É um artista muito renomado, motivo pelo qual temos prazer em recebê-lo. O diferencial dessas produções é que nelas há o jogo de luzes quentes, frias, coloridas. Tudo isso faz com que a percepção da obra seja diferente, pois o mesmo desenho, dependendo da cor sobre ele, proporciona uma forma e visão distintas para quem está vendo”, disse.
 
 
SERVIÇO — Exposição de pintura acrílica sobre tela Luz, Cor e Movimento, de Danilo Heleno Mônaco, com curadoria de Andre Drokan. Abertura: hoje, às 20h, na Escola Bauhaus (rua José Pinto de Almeida, 258, Bairro Alto). Entrada gratuita. Visitação: até dia 31 de março, de segunda a quinta-feira, das 10h às 22h; sextas-feiras, das 10h às 19h, e aos sábados, das 8h às 13h. Entrada gratuita. Informações: (19) 3422-2023.