Santos enfrenta o Atlético-MG pela Copa do Brasil

Destaque contra o Vasco, Rodrygo espera fazer outra boa partida em belo Horizonte

O Santos enfrenta o Atlético Mineiro nesta quarta-feira (15), às 19h15, no Estádio Independência, em Belo Horizonte, pela jogo de ida das Oitavas-de-Final da Copa do Brasil. Para chegar a esta fase da competição o peixe eliminou o Altos-PI, América-RN, Atlético-GO e o Vasco-RJ; enquanto que o Galo, por ter disputado a Libertadores, entrou diretamente nesta fase da competição. O peixe vem de quatro jogos seguidos sem perder, enquanto que os mineiros foram derrotados pelo Palmeiras no último domingo (12).

O atacante Rodrygo, destaque da equipe na última partida contra o Vasco, com um gols e participação direta nos outros dois jogos da equipe admitiu que os bons resultados vem trazendo confiança para equipe, fruto de um trabalho que começa fora de campo com a comissão técnica. “O trabalho feito pelo Sampaoli, a comissão técnica e o pessoal que não aparece muito, que são aqueles que analisam as outras equipes, é muito bom e nós compramos a ideia. Eles nos apresentam o conteúdo, porém se nós não abraçarmos as ideias, não adiantará nada. É a junção destes fatores que nos trazem os bons resultados”, resume Rodrygo.

O atacante também destacou o jogo contra o Alvinegro Mineiro e como o bom momento pode ajudar no confronto. “Nós sabemos da dificuldade que é jogar contra o Atlético em Belo Horizonte e sempre quando você vai para um jogo após uma vitória a torcida espera mais e entraremos em campo para tudo certo contra o Atlético”, resumiu.

No lado atleticano, o meia Nathan destaca o fato da equipe voltar a jogar no Independência como essencial para esta primeira partida. “Acredito que lá (Independência) com a força da torcida, a massa nos empurra para frente. Já temos uma conexão com o estádio, e por ser mais fechado é como se fosse um caldeirão, importante para partidas mata-mata”, disse o atleta, que a confiança da equipe não foi abalada em razão do último jogo e que espera um jogo difícil contra o Santos. “O último jogo foi bem aberto, então tanto nós poderíamos ter saído com a vitória, quanto o Palmeiras ter vencido por uma diferença maior. Temos esquecer o que aconteceu e acredito que com a força da massa iremos pra cima do Santos para fazer o resultado dentro de casa”, explicou o meia.

O único confronto entre as equipes pela Copa do Brasil foi pela edição de 2010, nas Quartas-de-Final. A primeira partida também foi em BH e o Atlético venceu por 3 a 2, com um hat-trick de Diego Tardelli, enquanto que Robinho (que depois jogou no Galo) e Edu Dracena marcaram para o Santos. No jogo de volta, na Vila Belmiro, o Peixe venceu por 3 a 1, com gols de André, Neymar e Wesley, com Corrêa marcando o gol dos mineiros. Os paulistas avançaram com 5 a 4 no agregado, eliminaram o Grêmio-RS e foram campeões ao venceram o Vitória-BA.

Mauro Adamoli