Santos enfrenta o Vasco em São Januário

Após boa vitória na Vila, Santos pode perder por um gol no Rio de Janeiro

O Santos enfrenta o Vasco da Gama nesta quarta-feira (24), às 19h15, no estádio São Januário, no Rio de Janeiro, pela quarta fase da Copa do Brasil 2019. O Peixe chega em vantagem para o confronto, já que venceu a primeira partida por 2 a 0 na Vila Belmiro e pode perder em casa por um gol de diferença para confirmar vaga entre os 16 melhores da competição. O Gigante da Colina perdeu o Campeonato Carioca para o rival Flamengo no último final de semana e entrará em campo com um técnico interino, já que Alberto Valentim foi demitido logo após o fim do estadual.

Mesmo com o bom resultado obtido no jogo de ida e a troca de comando do adversário, o volante Jean Lucas espera um jogo complicado, já que o Vasco sempre é empurrado por sua torcida em casa. “Vai ser bem difícil. Eles são fortes em São Januário, que é o caldeirão deles lá. Sabemos que a torcida irá comparecer em peso e a pressão será grande. Mas nós precisamos manter a calma e, dentro da nossa proposta de jogo, conquistar a classificação para as oitavas de final”, disse o volante.

Além de ter que reverter o resultado diante de uma das melhores equipes do Brasil e vir de um vice para o maior rival, o zagueiro Leandro Castan disse que a equipe não pode ceder a pressão e buscar uma recuperação o mais rápido possível. “Todo mundo precisa assumir a sua parcela de responsabilidade. O jogo dessa quarta-feira é muito importante para nós e será muito difícil. Precisamos virar a chave e buscar o quanto antes essa recuperação. Vestimos uma camisa pesada, de um clube com um grande história, e não podemos seguir nessa situação. A pressão é grande, assim como a responsabilidade, então vamos fazer de tudo para sair de campo com a classificação para a próxima fase da Copa do Brasil. O nosso grupo tem suas limitações, mas é unido e sempre vai dar o máximo”, comentou o zagueiro.

O último confronto entre Santos e Vasco no Rio de Janeiro foi no ano passado, pelo Campeonato brasileiro e terminou com vitória paulista por 3 a 0, com um hat-trick de Gabriel Barbosa, hoje no Flamengo. A última vitória santista em São Januário foi no segundo turno do Brasileiro 2005, quando triunfou por 3 a 1, com gols de Geilson, Ricardinho e Basílio, com o campeão mundial Romário fazendo o tento de honra vascaíno. A última fez que os cariocas venceram o Peixe por mais de dois gols de diferença foi em 2007, quando triunfaram por 4 a 0, com Conca (duas vezes), Wagner Diniz e Ernane, novamente em São Januário.

Mauro Adamoli