Santos vence a “revanche” contra o Atlético-MG e é o novo vice-líder

Carlos Sánchez fez um dos gols santistas na Vila Belmiro (Foto: Ivan Storti/Santos FC)

O Santos venceu o Atlético Mineiro pelo placar de 3 a 1 na noite do último domingo (9), na Vila Belmiro, pela oitava rodada do Campeonato Brasileiro 2019. Eduardo Sasha e Jean Mota, de pênalti, marcaram para o Peixe no primeiro tempo. No segundo, Alerrandro diminuiu para o Galo, porém Carlos Sánchez, de falta, fechou o placar para os paulistas. Com o resultado, o Santos chegou aos 17 pontos e ultrapassou o próprio Atlético e assumiu a vice-liderança do campeonato. O último jogo pré-Copa América será nesta quarta-feira (12), às 21h30, no clássico contra o Corinthians, novamente na Vila Belmiro.

O primeiro lance de perigo da jogo saiu logo no primeiro minuto, com Jean Lucas aproveitando boa bola alçada por Jorge e chutando forte, para defesa de Victor. Soteldo tentou no rebote, mas ela foi pra fora. O alvinegro praiano seguiu pressionando a equipe mineira, e aos 8 minutos Marinho quase marcou seu primeiro no Santos: após ótima triangulação com Sasha e Ferraz, o recém-contratado pelo Peixe recebeu e bateu forte de fora da área, acertando a trave esquerda do arqueiro adversário. Depois de muito pressionar o Galo no seu campo de defesa, saiu o primeiro gol: aos 38 minutos, Jean Mota cobrou falta pela direita e Sasha subiu para concluir no fundo do gol de Victor.

Perto do término da primeira etapa, aos 46′, o VAR entrou em ação para revisar um lance ocorrido poucos minutos antes, numa cobrança de escanteio do Peixe. O recurso flagrou toque de mão de Fabio Santos antes da finalização de Sasha, o que gerou pênalti para o Santos. Jean Mota, foi para cobrança e, com calma, chutou rasteiro no canto direito de Victor para ampliar.

O Peixe seguiu criando na segunda etapa, que acabou sendo mais equilibrada. Aos 7 minutos, Eduardo Sasha perdeu boa chance após receber de Soteldo e finalizar pra fora. O Galo tentou responder com Ricardo Oliveira, que tentou pelo alto, mas parou em Everson. Aos 24 minutos, Jean Mota recebeu de Jean Lucas e acabou acertando a trave de Victor. No lance seguinte, Alerrandro recebeu passe de Patric na grande área e chutou cruzado para diminuir a desvantagem atleticana no jogo. Quando o Atlético parecia crescer e sonhar com o empate, uma cobrança de falta espetacular de Carlos Sánchez, aos 36 minutos, esfriou de vez os ânimos da equipe mineira e deu números finais ao jogo.