Santos vence o Botafogo e chega a marca de cinco vitórias seguidas

De fora da área, Marinho deu a vitória ao Santos no Rio. (foto: Ivan Storti/SantosFC)

O Santos venceu o Botafogo por 1 a 0, no último domingo (21), pela décima primeira rodada do Campeonato Brasileiro 2019. O gol da vitória foi marcado por Marinho, o primeiro gol do atleta com a camisa do Peixe, que se manteve na segunda posição, com 26 pontos, agora empatado em pontos com o líder Palmeiras, atrás apenas no saldo de gols (14 a 7). Com a derrota, o Fogão continua com 16 pontos e saiu do G-6 do Brasileirão.

Com a vitória no clássico regional, o Santos chegou a 78,8% de aproveitamento e pela primeira vez em 15 anos, conquistou cinco vitórias seguidas no Campeonato Brasileiro. Os triunfos foram sobre Ceará (1 a 0), Atlético-MG (3 a 1), Corinthians (1 a 0), Bahia (1 a 0) e Botafogo (1 a 0), sendo três deles fora de casa. A última vez que o Peixe conseguiu uma sequência igual foi em 2004, ano em que conquistou o título pela última vez. Na ocasião, as vitórias foram sobre o Vitória (2 a 1), Internacional (3 a 0), Guarani (2 a 1), Corinthians (3 a 2) e Ponte Preta (4 a 0), sequência que foi estendida para sete, após triunfos sobre o São Paulo (2 a 1) e Flamengo (2 a 0).

O começo de campeonato, com oito vitórias, dois empates e uma derrota, é o melhor da história da equipe praiana, superando a marca do time de 1980, que nos 11 primeiros jogos, conquistou oito vitórias (Itabaiana, Ponte Preta, São Paulo-RS, Botafogo-PB, Náutico, Internacional, Mixto e Guarani), um empate (Ferroviário-CE) e duas derrotas (Flamengo e América-RJ). Naquele ano o regulamento era diferente, e após ficar em primeiro lugar de seu grupo na primeira fase, a equipe voltou a liderar a sua chave na fase seguinte. Na terceira fase ficou em segundo em seu grupo e perdeu a vaga nas semifinais para o Flamengo, o campeão daquela edição.

Mesmo com a vitória e o bom momento, o técnico do Santos, Jorge Sampaoli, maneirou na empolgação, lembrando que o mais importante é chegar bem no final do campeonato. “Temos que pensar que cada jogo é assim. Hoje foi um jogo que exigiu bastante. Temos que saber que nossa realidade será marcada em novembro. Nós temos que pensar em chegar bem nas últimas rodadas”, disse o treinador, que elogiou o atacante Marinho, autor do gol na partida. “O Marinho teve muito a ver com o resultado pela sua contribuição ofensiva. Ficamos com um a menos e modificamos a forma de jogar, mas o que buscamos com Marinho foi a presença de ataque e, por sorte, marcamos o gol”, resumiu.

Após seu primeiro gol com a camisa do Marinho, o atacante deu um nome diferente e criativo para a sua jogada após o confronto. “Foi um minimíssil aleatório. Foi diferente, né? Feliz pelo gol. Falei que estava um pouco com ansiedade, mas eu estava com a cabeça tranquila, sabia que na hora certa ia sair”, disse.

Como disputa apenas o Brasileirão, o Santos terá uma semana cheia e voltará a campo contra o Avaí, no domingo (28), às 16h, na Vila Belmiro.

FEMININO

Pelo Campeonato Brasileiro Feminino, as Sereias da Vila venceram o Vitória/PE por 4 a 0, no último sábado (20), no Ulrico Mursa, em Santos. Os gols foram marcados por Villamizar, Maurine, Maria Alves e Sole Jaimes Agora o Peixe conta com 36 pontos e alcança o primeiro lugar na tabela. A próxima partida da equipe santista será contra o Audax, no dia 28 de julho (domingo), às 15 horas, no mesmo local, em Santos.

Mauro Adamoli
[email protected]